Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Vida Boa Por Bárbara Öberg A repórter Bárbara Öberg fala sobre bem estar, exercícios, saúde e novidades para melhorar a rotina.

Bichectomia: a nova onda da cirurgia plástica para afinar o rosto

Até onde vai a obsessão de querer, a qualquer preço, chegar um corpo ideal? Estica, puxa, remenda, estufa, esvazia, e por aí vai. Sim, sabemos, o tema é pra lá de manjado. A novidade, no entanto, é que a cada temporada há uma safra de novos procedimentos estéticos. Alguns perigosos e desnecessários (quem não lembra […]

Por VEJA SP Atualizado em 26 fev 2017, 10h59 - Publicado em 3 ago 2016, 16h20

bich

Até onde vai a obsessão de querer, a qualquer preço, chegar um corpo ideal? Estica, puxa, remenda, estufa, esvazia, e por aí vai. Sim, sabemos, o tema é pra lá de manjado. A novidade, no entanto, é que a cada temporada há uma safra de novos procedimentos estéticos. Alguns perigosos e desnecessários (quem não lembra do sofrimento da apresentadora Andressa Urach?). E, outros, apesar de aflitivos, podem ser interessantes. A nova onda agora é a bichectomia. Nome estranho, né?

+ Tocha olímpica usada vale até 150 000 reais no Mercado Livre

Bem, esse nome esquisito vem das “bolas de bichat”, bolsas de gordura que ficam na bochecha – entre a maçã do rosto e a mandíbula. Trata-se da retirada da gordura da bochecha. Na prática: afinar o rosto. #FicarComCaraDeMagra. Pode ser feita uma retirada total ou parcial do par de bolsas de gordura que temos no rosto – as conhecidas bochechas. Com a cirurgia, afina-se a parte debaixo, mais próxima do queixo.

bichec

Continua após a publicidade

E quem faz? Ahhhh, até mesmo as magras, que exibem um manequim 36. Afinal, muitas delas podem ter rostos bem redondos e que dão a impressão de não serem tão esguias – ainda que sejam lindas, claro. Vai dizer que Angelina Jolie precisava? Ela ficou ainda mais linda, verdade.

A socialite Kim Kardashian, antes e depois, da bichectomia. (Foto: Reprodução.)

A socialite Kim Kardashian, antes e depois, da bichectomia. (Foto: Reprodução.)

O que acontece, porém, é que essa cirurgia tem que ser bem indicada, feita por um profissional e, obviamente, por um cirurgião plástico. A maioria dos procedimentos que dão errados – inclusive com morte – são feitos por profissionais que sequer são médicos. Daí, o óbito. Para o cirurgião Murillo Fraga, formado na Santa Casa de São Paulo e integrante também da Sociedade Americana de Cirurgia Plástica, esse procedimento tem espaço pra crescer no país. Mas ele recomenda cuidados. “Não dá para banalizar. É uma cirurgia e como toda cirurgia precisa de cuidados”, diz.  Até porque, com a idade, essa região dos rosto costuma perder gordura e uma retirada abrupta pode acarretar ainda mais a aparência envelhecida.

+ Troque o pão pela tapioca no café da manhã (e não sinta fome)

Pode ainda não ser um procedimento tão conhecido. Mas vem crescendo a passos largos (e bochechas mais finas), a tal bichectomia. Em 2014, eram realizadas cerca de 10 procedimentos por mês. Agora são bem mais que trinta, segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. O valor começa em torno de R$ 15 mil, depende do médico e do hospital, claro.

Em tempo: pra saber mais sobre a técnica, @drmurillofraga. Pra me seguir, @vidaboa_ e me mandar uma sugestão: chrismartinez@butiquedeletras.com.br

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da VejaSP, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da VejaSP, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Edições da VejaSP liberadas no App Veja de maneira imediata

a partir de R$ 12,90/mês