Imagem Blog

Tudo Sobre Cinema Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Continua após publicidade

Netflix: 4 filmes recomendados e que todo mundo está comentando

Entre os badalados do momento está a comédia Megarrromântico, com Rebel Wilson e Liam Hewsworth

Por Miguel Barbieri Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
21 mar 2019, 14h44

Quase toda semana, um filme, uma série ou um documentário vira a sensação dos assinantes da Netflix. Na maioria das vezes, as atrações acabaram de chegar à plataforma de streaming. E é sempre assim: quando você assiste, já tem gente falando de uma outra novidade. Pincei quatro longas-metragens que li, nas últimas semanas, muita gente comentando nas redes sociais. Já viu? Gostou? Confira o que eu achei de duas ficções e dois documentários.

Dirty John, the Dirty Truth > Não confundir com a série de mesmo nome e que trata do mesmo caso. O personagem-título deste documentário é John Meehan (foto), um boa-vida bonitão que conquistava as mulheres com seu charme e lábia para, depois, aplicar um golpe. Há entrevistas com suas ex-namoradas e a última esposa. A conclusão é de deixar qualquer um atônito.

Dirty John (Divulgação/Veja SP)

Sequestrada à Luz do Dia > Jan Broberg tinha 12 anos quando, em 1974, foi levada por seu até então respeitado vizinho, um homem de 40 anos, casado e pai de família. Tratado como sequestro, o caso teve desdobramentos imprevisíveis. A história volta à tona no documentário com depoimentos da vítima, de seus pais e irmãs. O chocante destino do pedófilo também é desvendado.

Sequestrada à Luz do Dia (Divulgação/Veja SP)

O Menino que Descobriu o Vento > O ator inglês Chiwetel Ejiofor (foto) faz uma competente estreia na direção de longas com uma edificante história real: a do menino do Malawi que precisou deixar a escola, mas ajudou sua aldeia e sua família a sair da miséria ao estudar o funcionamento da energia eólica. Embora falte certa autenticidade, o desfecho comove.

O Menino que Descobriu o Vento (Divulgação/Veja SP)

Megarrromântico > Na divertida comédia, Rebel Wilson (foto) interpreta uma arquiteta insegura, que é tratada como capacho num escritório de Nova York. Ao sofrer um acidente, tem sua vida virada do avesso. Um construtor imobiliário bonitão tenta conquistá-la enquanto seu cotidiano parece um mar de rosas como se ela estivesse num musical hollywoodiano.

+ Netflix: os 13 melhores filmes argentinos

Continua após a publicidade

+ Netflix: 16 surpreendentes histórias reais que parecem ficção

Quer me seguir nas redes sociais? Anote: 

Facebook: facebook.com/paginadoblogdomiguel
Twitter: @miguelbarbieri
Instagram: miguelbarbieri
YouTube: Miguel Barbieri Jr. 

 

 

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Para curtir o melhor de São Paulo!
Receba VEJA e VEJA SP impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.