Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Tudo Sobre Cinema

Massacre de jovens na Noruega é tema de filme contundente da Netflix

'22 de Julho' aborda a morte de 69 pessoas na ilha de Utøya

Por Miguel Barbieri Atualizado em 29 nov 2018, 16h03 - Publicado em 29 nov 2018, 15h59

Foi muito boa a estratégia da distribuidora Califórnia Filmes em lançar nos cinemas, nesta quinta (29), o longa-metragem Utøya — 22 de Julho. Para quem quiser ter uma experiência realista, recomendo que você vá ao cinema para ver como os jovens e adolescentes reagiram quando um atirador neonazista chegou à ilha de Utøya, na Noruega, para matá-los, em 22 de julho de 2011. O saldo foi estarrecedor com 69 mortos.

Para quem quiser ficar em casa e até para entender melhor o que se passou naquele fatídico dia, minha recomendação é assistir a 22 de Julho, na Netflix. Trata-se do novo filme do grande diretor inglês Paul Greengrass, que já havia assinado outro ótimo trabalho inspirado em caso real, Voo United 93.

Desta vez, com produção da própria Netflix, o realizador amplia o foco do filme Utøya, que está nos cinemas, dando um painel dos atentados cometidos por Anders Behring Breivik (interpretado por Anders Danielsen Lie). Além dos 69 mortos na ilha, onde estavam os irmãos Sveinn e Viljar (Thorbjørn Harr e Jonas Strand Gravli), o atirador fez mais oito vítimas numa explosão a bomba no centro de Oslo.

O roteiro, então, segue, em duas frentes. Enfoca a frieza do matador, um neonazista sem arrependimento, tendo de enfrentar o julgamento, e o doloroso processo de recuperação do jovem Viljar, atingido por balas por todo o corpo. Embora mais burocrático na narrativa do que o Utøya do cinema, 22 de Julho não é menos contundente em apresentar as sequelas físicas e emocionais que a tragédia deixou.

Quer me seguir nas redes sociais?

Facebook: facebook.com/paginadoblogdomiguel
Twitter: @miguelbarbieri
Instagram: miguelbarbieri
YouTube: Miguel Barbieri Jr. 

 

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês