Imagem Blog

Terraço Paulistano

Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.
Continua após publicidade

Supla e Bárbara Paz se beijam em filme, mas cena é cortada

Primeiramente, um breve flash back. O ano era 2001. Silvio Santos leva ao ar o reality Casa dos Artistas e incomoda a Globo com ótima audiência. Entre confinados como Alexandre Frota, Patrícia Coelho, Mari Alexandre e Nana Gouvea, a atriz Bárbara Paz e o cantor Supla formam casal e ganham adoração do público. Ela vence o […]

Por João Batista Jr.
Atualizado em 26 fev 2017, 15h22 - Publicado em 22 fev 2016, 15h16
Supla e Bárbara Paz, na Casa dos Artistas, em 2001: beijo para filme foi cortado de edição final (Foto: Editora Abril)

Supla e Bárbara Paz, na Casa dos Artistas, em 2001: beijo para filme foi cortado de edição final (Foto: Editora Abril)

Primeiramente, um breve flash back. O ano era 2001. Silvio Santos leva ao ar o reality Casa dos Artistas e incomoda a Globo com ótima audiência. Entre confinados como Alexandre Frota, Patrícia Coelho, Mari Alexandre e Nana Gouvea, a atriz Bárbara Paz e o cantor Supla formam casal e ganham adoração do público.

Ela vence o programa (prêmio de 300 000 reais), enquanto o filho de Marta e Eduardo Suplicy fica em segundo colocado (100 000 reais). Encerrada a atração, o rapaz não leva o romance adiante. Em biografia recém-lançada, o cantor sequer incluiu Bárbara na lista de suas ex-namoradas. “Nossa história durou apenas durante o reality”, ele explica. “Não foi algo que me marcou, lá dentro daquela casa eu era como um rato de laboratório.”

+ Em biografia, Supla fala de seu passado “coxinha”

Supla e Bárbara: em biografia, ela não entrou na lista de ex-namoradas dele (Foto: Editora Abril)

Supla e Bárbara: em biografia, ela não entrou na lista de ex-namoradas dele (Foto: Editora Abril)

Continua após a publicidade

Corta para 2015. Supla recebe uma ligação de Hector Babenco. Na gravação do filme Meu Amigo Hindu, o cineasta pediu para ele fazer uma cena de romance com Bárbara Paz – mulher de Babenco na vida real. Supla fez a cena e beijou Bárbara Paz. Isso seria uma comoção para qualquer fã de Casa dos Artistas, certo?

+ Empresária acusa novo sócio da Daslu de dar calote

Porém-contudo-todavia, por uma questão estratégica, Babenco tirou essa cena da edição final – que passou de duas horas e meia para duas horas de duração. Pesquisas dizem que o público não quer filmes tão longos. Meu Amigo Hindu estreia dia 3 de março.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.