Imagem Blog

Pop! Pop! Pop!

Por Blog Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais
Continua após publicidade

Torcedor acusa o ator Murilo Rosa de vender ingressos falsos para a final da seleção na Olimpíada

Entre as histórias mais loucas que aconteceram durante os Jogos Olímpicos de 2016, talvez esta seja a mais inacreditável: de acordo com o Jornal EXTRA, um advogado acusa o ator Murilo Rosa de vender dois ingressos falsos para a final do futebol masculino da Olimpíada, que aconteceu na noite desta sábado (20), quando o Brasil sagrou-se […]

Por VEJASP
Atualizado em 26 fev 2017, 10h38 - Publicado em 21 ago 2016, 18h42

ABRE01

Entre as histórias mais loucas que aconteceram durante os Jogos Olímpicos de 2016, talvez esta seja a mais inacreditável: de acordo com o Jornal EXTRA, um advogado acusa o ator Murilo Rosa de vender dois ingressos falsos para a final do futebol masculino da Olimpíada, que aconteceu na noite desta sábado (20), quando o Brasil sagrou-se campeão olímpico pela primeira vez na história.

+ Galvão Bueno comete gafe e pede para atleta cadeirante ficar de pé durante hino
+ Apresentador fica sem graça ao tentar explicar cena “quente” em praia do Rio

De acordo com o homem, o ator cobrou 1 500 reais por dois bilhetes para a partida. Cada ingresso tinha impresso o valor de 700 reais. Ainda segundo o advogado, após comprar as entradas do ator, ele e seu filho, de 12 anos de idade, foram barrados na porta do Maracanã. Ao EXTRA, Murilo Rosa afirmou que também foi vítima de um golpe: ele teria comprado os ingressos de um desconhecido e não sabia que eles eram falsos. O caso foi registrado na 18ª DP como estelionato.

Continua após a publicidade

03

Meu filho tinha o sonho de ver a seleção de perto e, mesmo sem ingresso, fomos até o Maracanã para tentar comprar alguma entrada. Estávamos na fila do portão B quando me disseram que o ator estava vendendo ingressos. Fui até lá. Ele estava com a mulher e disse que tinha comprado cada ingresso por 1 000 reais. Disse que só tinha 1 500 reais e ele aceitou. Só comprei dele porque ele é famoso, passa credibilidade. Quando chegamos na porta, fomos barrados. Disseram que eram falsos. Não deu para acreditar. Em vez de vez o jogo, passamos horas na delegacia“, contou o advogado.

02

Continua após a publicidade

Segundo o ator da Globo, os ingressos seriam usados por ele e a mulher, a modelo Fernanda Tavares, e só foram vendidos porque o casal descobriu, ao chegar ao estádio, que os lugares eram para assentos separados: “Comprei os ingressos por 2 000 no Parque Olímpico de um homem que me pareceu bem apessoado. Um primo meu me passou o contato. Só me pareceu um pouco afoito, mas estava com a mulher, então eu comprei. Mas a Fernanda descobriu, depois, que os ingressos eram para lugares separados. E a Carol Sampaio estava me oferecendo outras entradas, decidimos aceitar as dela. Fiquei muito constrangido de vender, mas tinha muita gente querendo ingresso. Aí decidir vender. Nunca ia imaginar que os ingressos eram falsos“, falou Murilo Rosa ao EXTRA.

01

Dê sua opinião: E você, o que achou da história envolvendo o ator da Rede Globo? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa fanpage no Facebook.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.