Imagem Blog

Pop! Pop! Pop! Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Blog
Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais
Continua após publicidade

Separados por 70 anos, irmãos gêmeos se reencontram em vídeo emocionante

No caos da II Guerra Mundial, os irmãos gêmeos George Skrzynecky e Lucian Poznanski, 69 anos, foram separados. Depois de tanto tempo, eles finalmente se reencontraram. O momento emocionante (e quase inacreditável) foi registrado em vídeo pela BBC. + Dado Dolabella provoca polêmica em post sobre morte de Betty Lago As reviravoltas que impediram a […]

Por VEJASP
Atualizado em 26 fev 2017, 14h45 - Publicado em 14 set 2015, 19h43

gemeosreencontro

No caos da II Guerra Mundial, os irmãos gêmeos George Skrzynecky e Lucian Poznanski, 69 anos, foram separados. Depois de tanto tempo, eles finalmente se reencontraram. O momento emocionante (e quase inacreditável) foi registrado em vídeo pela BBC.

+ Dado Dolabella provoca polêmica em post sobre morte de Betty Lago

As reviravoltas que impediram a convivência dos irmãos começaram no nascimento. A mãe polonesa teve os filhos quando foi libertada de um campo de trabalhos forçados na Alemanha. No entanto, ela caiu doente e os meninos foram levados à Polônia, onde acabaram adotados por famílias diferentes.

Continua após a publicidade

Nos anos 60, George descobriu que foi adotado, mas a Cruz Vermelha não conseguiu ajudá-lo a encontrar seu irmão gêmeo. Anos depois, ele se mudou para os Estados Unidos.

irmaos

Já Lucian, que cresceu na Polônia, só descobriu no ano passado que tinha um irmão. “Mas, no fundo do coração, eu sempre soube”, contou. Só no ano passado, a Cruz Vermelha conseguiu localizar o irmão e promover o encontro entre eles. “Sempre imaginei que, mais cedo ou mais tarde, eu o conheceria”, disse George.

Continua após a publicidade

Os irmãos se encontraram em Varsóvia, na Polônia. “Ter meu irmão do meu lado é melhor do que ganhar na loteria”, afirmou Lucian. “Irmãos para sempre”, completou George. Pouco depois, eles descobriram que o pai deles era um soldado americano que voltou à América pouco depois do nascimento deles – e que eles foram levados da mãe sem autorização dela. Aliás, ela procurou pelos filhos desesperadamente até o dia da morte.

Assista:

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=o0G0Eub6YmY?feature=oembed&w=500&h=281%5D

Continua após a publicidade

Uma história digna de cinema, não? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa fanpage no Facebook.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Para curtir o melhor de São Paulo!
Receba VEJA e VEJA SP impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.