Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Samara Felippo critica Kéfera após vídeos sobre transição capilar

"Ela pode usar as redes de maneira mais relevante", criticou a atriz, no Instagram

Por Redação VEJA São Paulo 5 jun 2018, 10h06

Kéfera Buchmann provoca discussões nas redes sociais desde que decidiu usar seus vídeos para falar sobre o processo de transição capilar por que vem passando. Entre muitos admiradores do novo visual da youtuber, há também críticas à intenção de defender os cabelos ondulados. Uma dessas vozes contrárias ao discurso de Kéfera é a da atriz Samara Felippo, que foi ao Instagram para criticar a iniciativa da ‘influencer’.

Para Samara, Kéfera fala sobre o assunto de maneira superficial, sem tratar do “racismo estrutural gravíssimo” da sociedade. “O que me incomodou não foi o que a Kéfera falou, mas o que não falou”, disse, em uma série de stories gravados na tarde de segunda (4). “Ela falou sobre o que passou na escola por ter o cabelo bagunçado, mas não falou do porquê de o cabelo bagunçado ser muito rejeitado. Porque existe no nosso país o racismo estrutural gravíssimo, fortíssimo. O cabelo liso é o padrão. Só estou aqui para dizer que ela podia ir nesse assunto mais profundamente. Tem muitas youtubers negras que falam sobre isso. A Kéfera não tem cabelo cacheado. Ela tem cabelo ondulado”, disse.

Depois de dizer que não estava ali para “atacar a Kéfera”, Samara afirmou que ela deveria “usar as redes de forma mais relevante”. “Ela precisa contar as histórias das meninas negras, que passam por tudo isso de uma maneira muito cruel”, afirmou.

E seguiu com as críticas: “Ela condena as mães que levam os filhos para alisar os cabelos. Elas estão ali para proteger de um racismo gravíssimo que existe. Quando a Kéfera não fala de racismo, só fala dela, do que ela passou, isso sim é grave. Quantas meninas não querem ter o cabelo igual ao da Kéfera?”, perguntou.

Samara encerra os vídeos afirmando que não quer julgar a youtuber. “Não gosto de mulher julgando mulheres”, afirmou. Confira:

https://www.youtube.com/watch?v=VnWm7igVGcY

No Instagram, Kéfera deu uma resposta aos comentários da atriz: “Hoje eu vi os stories da Samara sobre o que eu não falava nos vídeos sobre transição capilar. Nos vídeos, eu não falo que a grande base do preconceito contra cabelos cacheado ou crespo é o racismo. Acho que seria muito hipócrita eu, como branca, erguer a bandeira do racismo, algo que não sofro. Eu não tenho voz ativa, eu não sofro racismo. Não posso pegar essa bandeira”, disse. “Eu, obviamente, sou contra o racismo. Mas eu, como branca, não vou me apropriar de um discurso que não é meu. O que eu puder fazer, como branca, para ajudar, eu vou fazer”, disse.

Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa fanpage no Facebook.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)