Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Richarlyson assume bissexualidade: “Se era isso que faltava, ok. Pronto”

Ex-jogador era alvo de piadas preconceituosas por parte de torcedores e também de outros jogadores

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 24 jun 2022, 12h54 - Publicado em 24 jun 2022, 12h53

O ex-jogador do São Paulo e da seleção brasileira Richarlyson, que atualmente atua como comentarista esportivo, assumiu ser bisexual e disse que “o mundo não está preparado para lidar com naturalidade com isso”. A fala foi feita durante sua participação no podcast “Nos Armários dos Vestiários”, série produzida pelo Globo Esporte em parceria com a produtora Feel The Match que trata sobre homofobia no mundo do futebol.

“A vida inteira me perguntaram se sou gay. Já me relacionei com homem e já me relacionei com mulher também. Só que aí eu falo hoje aqui, daqui a pouco estará estampada a notícia ‘Richarlyson é bissexual’. E o meme já vem pronto. Dirão: ‘Nossa, mas jura? Eu nem imaginava’. Cara, eu sou normal, eu tenho vontades e desejos. Já namorei homem, já namorei mulher, mas e aí? Vai fazer o quê? Nada”, falou.

+ De patins no gelo a quarto de Toy Story: 26 atrações imperdíveis de férias

Ele disse que o fato de assumir ser bissexual não vai mudar a homofobia. “O mais importante, que é pauta, não vai mudar, que é a questão da homofobia. Infelizmente, o mundo não está preparado para ter essa discussão e lidar com naturalidade com isso”, destacou.

Quando era jogador, Richarlyson era alvo de críticas e piadas preconceituosas que questionavam sua sexualidade por parte de torcedores e também de outros jogadores. No podcast, ele foi questionado por que nunca havia falado sobre o tema, ao que ele respondeu que “não queria ser pautado por causa da sexualidade”.

Continua após a publicidade

“Eu nunca coloquei a minha sexualidade à frente do meu trabalho. E eu não estou falando isso agora porque parei de jogar. Muita gente maldosa vai falar isso, que eu falei agora porque não jogo mais. Não, eu nunca falei porque não era a minha prioridade, como não é hoje, mas hoje me senti à vontade para falar. Eu queria que não existisse essa pauta. Eu queria estar falando aqui da minha nova carreira (comentarista). Mas é importante”, acrescentou.

+ Pelados em Moema: os bastidores da nova festa nudista de São Paulo

Mesmo assim, acredita que sua declaração de se assumir bissexual não vai mudar o fato de que existe homofobia no futebol. “Pelo tanto de pessoas que falam que é importante meu posicionamento, hoje eu resolvi falar: sou bissexual. Se era isso que faltava, ok. Pronto. Agora eu quero ver se realmente vai melhorar, porque é esse o meu questionamento. Ah, mas sua fala pode ajudar. Não, não vai ajudar”, falou.

O ex-atleta do São Paulo disse que acredita que há sim vários homossexuais no futebol, mas que é algo escondido. “Seria hipócrita de falar que não existem. Existem, sim. E [o jogador] falar que é, a porta vai fechar absurdamente. Vai fechar mesmo, porque ainda existe esse lado, que eu acho tão pobre nos clubes, de estarem nas mãos das torcidas organizadas, que são quase sempre quem comandam nessa questão da homofobia”, lamentou.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês