Imagem Blog

Pop! Pop! Pop!

Por Blog Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais
Continua após publicidade

Rafa Brites posta foto amamentando filho e faz desabafo

Apresentadora conta que chorou e quase desmaiou de dor durante o processo

Por Redação VEJA São Paulo Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 25 fev 2017, 20h02 - Publicado em 11 fev 2017, 14h05

Mulher do jornalista Felipe Andreoli, a apresentadora Rafa Brites está aproveitando o novo momento da maternidade para dividir com fãs e seguidores seu dia a dia.

Na manhã deste sábado (11), a global compartilhou nas redes sociais uma foto em que aparece amamentando o filho Rocco, nascido em 2 de fevereiro. Na legenda, ela desabafou sobre as expectativas e realidades do processo. Confira:

Expectativa X Realidade. Acho que as campanhas de amamentação são desenvolvidas por homens. Só pode ser. Toda a mãe durante a gestação fica sonhando com esse momento tão especial da primeira foto aí. Afinal quando vemos fotos sobre esse assunto elas são sempre assim: uma cara plácida um bebê lindo… Mas verdade seja dita: o começo dói demais!

É de ver estrelas. Mas calma, é só acertar a pega! Ahhh como se fosse fácil. Eles choram, colocam as mãos na frente, escorrega, aí mordem. Dói as costas, o pescoço, os braços. E quando você vai ver está com o peito em carne viva. No meu caso, sangrando. Mas eu não queria desistir. Quando me vi estava amamentando e chorando de dor. Literalmente deixando o bebê molhado de tanta lágrima“, contou.

View this post on Instagram

Expectativa X Realidade Agora já está tudo lindo MAS: Acho que as campanhas de amamentação são desenvolvidas por homens.Só pode ser. Toda a mãe durante a gestação fica sonhando com esse momento tão especial da primeira foto aí.Afinal quando vemos fotos sobre esse assunto elas são sempre assim: uma cara plácida um bebê lindo.Mas verdade seja dita: o começo dói demais! É de ver estrelas. Mas calma ,é só acertar a pega! Ah como se fosse fácil. Eles choram, colocam as mãos na frente, escorrega, aí mordem, dói as costas, o pescoço, os braços. E quando vc vai ver esta com o peito em carne viva. No meu caso, sangrando. Mas eu não queria desistir. Quando me ví estava amamentando e chorando de dor. Literalmente deixando o bebê molhado de tanta lágrima. Aí lembrei da dica: o SOL. E da outra: Pomada de lanolina. Pronto, fui eu pro sol com a pomada. Só tem uma questão. ESSAS DICAS SÃO PARA SEREM USADAS SEPARADAMENTE. Lanolina é a base de óleo. Óleo no sol? Tcharam!! Torrei meus mamilos tipo picanha de fim de festa. Mas não queria parar. Segui dando o peito até que em uma das mamadas eu praticamente desmaiei de dor. No limite resolví parar, respirar e me perguntei. O que essa criança deve estar sentindo? A mãe chorando. Se contorcendo. Isso não está certo? Decidi dar uma pausa de dois dias até cicatrizar. Fiz a ordenha ,dei no copinho e na mamadeira também. Chorei me senti a pior do mundo. Mas é com muita alegria que digo:DEU CERTO. Voltei aos poucos Voltei com uma traquitana.Nesse meio tempo falei com várias amigas. TODAS disseram que o começo foi difícil. Cada uma me passou uma dica. A minha amiga de infância Ana me fez até um vídeo mostrando como ela fez. Comprei uma tipoia para o seio. Passei a usar um algodão com água quentinha no bico antes da mamada. E o principal ESVAZIAR a auréola antes.Eu já sabia dessa informação. MAS TAVA TIRANDO POUCO! Ela precisa estar muiiito mole. MUITO MESMO. Assim ela entra e vai até o palato mole do baby. No início esvazie com a bombinha. Agora já faço com a mão. Mudou a vida. Outra coisa. Me achei na posição invertida. E Passo toda a mamada SEGURANDO a pega com os dois dedos. Acabou espaço segue texto nos comentários aqui embaixo⬇

A post shared by Rafa Brites (@rafabrites) on

Continua após a publicidade

Rafa conta que quase desmaiou de dor após se confundir com algumas dicas. “Lembrei da dica: o sol. E da outra: Pomada de lanolina. Pronto, fui eu pro sol com a pomada. Só tem uma questão. Essas dicas são para serem usadas separadamente. Lanolina é a base de óleo. Óleo no sol? Tcharam! Torrei meus mamilos tipo picanha de fim de festa.

Mas não queria parar. Segui dando o peito até que em uma das mamadas eu praticamente desmaiei de dor. No limite resolvi parar, respirar e me perguntei. O que essa criança deve estar sentindo? A mãe chorando. Se contorcendo… Isso não está certo. Decidi dar uma pausa de dois dias até cicatrizar. Fiz a ordenha, dei no copinho e na mamadeira também. Chorei me senti a pior do mundo.

Mas é com muita alegria que digo: Deu certo. Voltei aos poucos… com uma traquina. Nesse meio tempo falei com várias amigas. Todas disseram que o começo foi difícil. Cada uma me passou uma dica. A minha amiga de infância @anastephanes me fez até um vídeo mostrando como ela fez. Comprei uma tipoia para o seio.

Passei a usar um algodão com água quentinha no bico antes da mamada. E o principal: Esvaziar a auréola antes. Eu já sabia dessa informação. Mas tava tirando pouco! Ela precisa estar muito mole. Muito mesmo. Assim ela entra e vai até o palato mole do baby. No início esvaziei com a bombinha. Agora já faço com a mão. Mudou a vida. Outra coisa. Me achei na posição invertida. E passo toda a mamada Segurando a pega com os dois dedos. Assim não escorrega”, contou.

Continua após a publicidade

 

A apresentadora encorajou outras mamães de primeira viagem que estão passando pelas mesmas dificuldades. “Enfim, as campanhas deveriam dizer. Vai doer! Vai ser difícil! Talvez você precise de ajuda. Mas você vai encontrar seu caminho! Aos poucos vai entender seu corpo, a anatomia sua e do seu filho. E uma hora vai. Se permita cicatrizar. Errar. Mas não deixe de recomeçar. Vale a pena. Eu hoje sou a mãe da primeira foto!“.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.