Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Marília Mendonça lembra morte de Cristiano Araújo e desabafa

Cantora lembrou os quase dois anos da morte do amigo e fez um relato emocionado sobre o peso da fama. "Pensei e repensei sobre o que é o nosso mercado"

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 16 Maio 2017, 19h35 - Publicado em 16 Maio 2017, 19h19

Recém-alçada ao posto de estrela do chamado sertanejo feminino, Marília Mendonça abriu seus sentimentos sobre as saudades de um outro astro do gênero, o goiano Cristiano Araújo. Ela lembrou a morte do amigo e fez um desabafo emocionado sobre o peso de ter se tornado uma celebridade.

“No dia que você se foi, o mundo caiu pra mim. Eu pensei e repensei sobre o que é o nosso mercado e o quanto isso está tão distante do ‘ser humano’”, escreveu a cantora de 21 anos. Cristiano morreu em um acidente automobilístico na volta de um show na cidade de Itumbiara, em junho de 2015. Ele tinha 29 anos e deixou dois filhos, de quatro e seis anos de idade. “Somos um monte de pessoas iguais e o que nos difere é um dom que Deus nos deu, e que a gente não pode simplesmente virar as costas e dizer que não quer””, completou.

Ela falou também sobre o preconceito com a carreira artística, que muita gente não considera uma ‘profissão’ de verdade e as saudades da família. “A partir do momento que você apresenta sua missão pro mundo, não tem mais escolha”, desabafa.

“Ou você acha que eu posso sentar e decidir o tamanho e proporção do meu trabalho, se eu sonhei cantar pro BRASIL? Vejo pessoas desejando a morte por um imprevisto com um artista, vejo pessoas inventando rixas entre lutas iguais, vejo o amor e o ódio andando lado a lado.. te amo se você conseguir, te odeio se não…”

Leia na íntegra:

 

View this post on Instagram

LEIA O TEXTO! No dia que você se foi, o mundo caiu pra mim. Eu pensei e repensei sobre o que é o nosso mercado e o quanto isso ta tão distante do "ser humano". Somos um monte de pessoas iguais, e o que nos difere é um dom que Deus nos deu, e que a gente não pode simplesmente virar as costas e dizer que não quer. "Você tá trabalha de que? Sou cantor. Ok, mas você trabalha de quê?" Piadas como essa não fazem sentido. Você tava com sua mãe hoje? Não me julgue. Você tava de folga hoje? Não me julgue. Você conseguiu passar datas especiais com pessoas importantes? Não me julgue. Você que fala fala e não sabe de nada. A partir do momento que você apresenta sua missão pro mundo, não tem mais escolha. Ou você acha que eu posso sentar e decidir o tamanho e proporção do meu trabalho, se eu sonhei cantar pro BRASIL? Vejo pessoas desejando a morte por um imprevisto com um artista, vejo pessoas inventando rixas entre lutas iguais, vejo o amor e o ódio andando lado a lado.. te amo se você conseguir, te odeio se não… isso me lembra você, Cris! Isso me lembra tudo de lindo que fez e isso me lembra de nunca, jamais me deixar levar pelo "achismo" e continuar a minha missão… cumprir por mim e por Deus e por quem realmente se importa! O resto… ah, o resto vai ficar pra trás..como tudo de ruim sempre fica. Saudades! ❤️

A post shared by marilia mendonça (@mariliamendoncacantora) on

Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa página no Facebook.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da VejaSP, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da VejaSP, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Edições da VejaSP liberadas no App Veja de maneira imediata

a partir de R$ 12,90/mês