Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

“Eu não posso me arrepender de um ato que foi feito sem pensar”, disse José de Abreu

O ator José de Abreu foi um dos convidados do programa Domingão do Faustão deste domingo (24) para falar sobre os 50 anos de carreira e comentar a polêmica em que ele se envolveu nesta semana.  Conhecido por defender a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula, o ator foi alvo de uma manifestação na sexta-feira […]

Por VEJA SP Atualizado em 26 fev 2017, 12h17 - Publicado em 24 abr 2016, 22h17

jose-de-abreu

O ator José de Abreu foi um dos convidados do programa Domingão do Faustão deste domingo (24) para falar sobre os 50 anos de carreira e comentar a polêmica em que ele se envolveu nesta semana.  Conhecido por defender a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula, o ator foi alvo de uma manifestação na sexta-feira (22) passada por parte de um casal que jantava em um restaurante japonês em São Paulo. Irritado, o ator perdeu a cabeça e,  o meio da discussão, com os ânimos exaltados, cuspiu no rosto do casal.

No Faustão, José de Abreu disse que o ato foi impensado e que o homem que o xingou poderia ter evitado a agressão, ele não. “A atitude dele foi pensada, ele poderia ter evitado, eu não poderia”, disse. Durante a participação  no programa dominical, moradores de várias partes de São Paulo reagiram com um panelaço. No momento, ele falava sobre o governo.

Segundo o ator, ele tinha chegado de viagem do Japão com a mulher e foi ao restaurante para conversar com o chef sobre as diferenças na culinária. Ele disse não ter ouvido as primeiras ofensas que fizeram a ele, mas percebeu que a mulher ficou incomodada. “Eles disseram ‘Que m…, teremos que jantar ao lado deste b…, desse velho’”, disse o ator. “Eles olharam a bolsa da Priscila e disseram que foi comprada com o dinheiro roubado da Lei Rouanet”. De acordo com o ator, o casal teria dito também “é muito fácil você, petista, que rouba dinheiro do povo, vir comer no japonês.”

José de Abreu disse ter se segurado para não ter uma atitude “intempestiva”, porém, quando o chamaram de ladrão e sua mulher de vagabunda, ele perdeu a cabeça e cuspiu no casal. “Uma mulher que chama a outra de v… , pelo fato da minha mulher ser mulher, não merece ser mulher. É uma atitude machista”, disse.

+ Aguinaldo Silva causa polêmica com comentário sobre “golpe”

Ele relatou no Twitter que ele e a esposa sofreram de uma “agressão gratuita” por cerca de 30 minutos. Quando foi questionar os agressores, Abreu chamou o casal de “coxinha”, “fujão”, “covarde” e “fascista”. O nome do restaurante não foi divulgado. Questionado por Faustão se tinha ingerido álcool, disse que havia tomado apenas um saquê e não estava bêbado. “Eu não posso me arrepender de um ato que foi feito sem pensar”, disse. “Chamaram minha mãe de p…, minha mulher de v… e eu de ladrão”.

Desde o episódio, o global vem postando mensagens sobre o assunto e tem recebido insultos e apoio dos internautas. “Se eu não reagir sou covarde. Se reagir sou agressivo”, escreveu neste domingo (24). O caso se espalhou na internet e vídeos começaram a surgir no YouTube (assista abaixo). Para acabar com os boatos, Abreu usou seu Twitter para se defender  (confira as mensagens abaixo). Mesmo agredindo o homem e a mulher, ele diz que não errou na atitude. “Acabei de ser ofendido num restaurante paulista. Cuspi na cara do coxinha e da mulher dele! Não reagiu! Covarde. Advogado carioca…”, escreveu na rede social.

No Twitter, ele também citou o caso de Jean Wyllys, deputado federal pelo PSOL do Rio de Janeiro, que cuspiu em Jair Bolsonaro, do PSC/RJ, após ter recebido ofensas homofóbicas de Bolsonaro durante votação para abertura do processo de impeachment da presidente Dilma. Momentos depois, Wyllys teria recebido cusparadas de Eduardo Bolsonaro. O jornalista e relações públicas George Marques publicou vídeos que mostram fatos sobre o caso.

No programa, o ator também criticou as perseguições que defensores do governo tem sofrido. “Isso só acontece com o nosso lado”. “Por que não podemos conviver pacificamente nesse país pensando diferente?”, disse. “Você viu a votação do impeachment, dá para a Dilma conviver com aquelas pessoas?”, disse. “A Globo não interfere na vida pessoal dos seus contratados, o resto é balela”, disse.

Segundo Faustão, o quadro estava marcado havia meses. “Desde o final da novela Regra do Jogo, o nosso produtor já tinha preparado esse quadro para o José de Abreu. Ele voltou de viagem e ficou marcado para participar de um programa ao vivo e não gravado”, disse Faustão. “O Zé sempre foi respeitado por suas convicções políticas”.

José de Abreu chorou quando foi revelado que ele participaria do Arquivo Confidencial, quadro em que são convidados conhecidos do ator para falar sobre ele. E continuaram os momentos de emoção, principalmente quando um amigo da Grécia entrou no palco. “Não estou acreditando, isso é um sonho”, disse o ator, emocionado.

 

Veja o momento em que o ator cospe no casal:

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=FupEPNW3Srg?feature=oembed&w=500&h=375%5D

Confira as mensagens no ator em rede social:

Dê sua opinião: E aí, o que você achou da polêmica? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa página no Facebook.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da VejaSP, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da VejaSP, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Edições da VejaSP liberadas no App Veja de maneira imediata

a partir de R$ 12,90/mês