Imagem Blog

Pop! Pop! Pop!

Por Blog Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais
Continua após publicidade

Esta estudante enfrentou o sexismo de seu colégio com uma única frase no livro de formatura

Aqui no Brasil, a maioria dos colégios recomenda que os alunos usem uniformes — mas nos Estados Unidos não é assim. Lá, os alunos podem vestir a roupa que eles quiserem, o que às vezes provoca polêmicas. E quem mais sofre com essa realidade são as garotas. + Rapaz diz para garota que ela “precisa emagrecer” […]

Por Tatiane Rosset
Atualizado em 26 fev 2017, 16h22 - Publicado em 3 jun 2015, 14h54

ABRE04

Aqui no Brasil, a maioria dos colégios recomenda que os alunos usem uniformes — mas nos Estados Unidos não é assim. Lá, os alunos podem vestir a roupa que eles quiserem, o que às vezes provoca polêmicas. E quem mais sofre com essa realidade são as garotas.

+ Rapaz diz para garota que ela “precisa emagrecer” e ela dá RESPOSTA INCRÍVEL
+ Luiz Bacci apaga “imagem duvidosa” de FB e alega invasão de seu perfil

É o caso de Chloe Cross, uma estudante da Califórnia. Em seu anuário, um livro que reúne fotos de todos os formandos e alunos do colégio no fim do ano letivo, ela resolveu escrever uma mensagem para combater o machismo que a vitimou no colégio.

//instagram.com/p/zgTmGeAD76/embed/
//instagram.com/p/yvIlT4gD4u/embed/

Continua após a publicidade

Chloe conta que ela já foi assediada diversas vezes nos corredores da instituição de ensino — mas que, em vez das autoridades e administradores culparem os garotos, o Colégio San Mateo apontaram suas roupas como o problema. Ela contou ao Yahoo que considerava sexista o código de vestimenta do colégio e que outras alunas começaram a achar que as regras são “ilógicas“. 

As garotas do meu colégio são as que mais sofrem, principalmente aquelas que tem longas pernas ou seios grandes“, ela contou. “Garotas estão objetificadas e sexualizadas todos os dias… e, apesar das pessoas não falarem sobre isso, eu definitivamente acho que é um problema“. Confira a mensagem de Chloe: 

//instagram.com/p/23zq9FAD49/embed/

Eu gostaria de me desculpar por aqueles que não conseguiram se formar em 2015 porque eles estavam distraídos pela minha barriga e, consequentemente, repetiram em todas as matérias“, ela escreve.

Continua após a publicidade

De acordo com a garota, ela queria destacar como é “estúpido” dizer que mulheres são “distrações” e culpá-las pela “dificuldade de aprendizado” por causa de suas roupas. “Por que nós não dizemos algo que faria as pessoas pensarem sobre o por que delas culparem garotas por distraírem garotos, em vez de culpar os homens pela sua falta de autocontrole?“, ela completa.

//instagram.com/p/3cVYrpAD52/embed/
//instagram.com/p/13ufERADwY/embed/

Dê sua opinião: O que você achou da resposta de Chloe para o tratamento machista que ela recebeu em seu colégio? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa fanpage no Facebook.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.