Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

10 surpresas que irritaram (e MUITO) no reality ‘A Fazenda 6′

A sexta edição de A Fazenda ainda não chegou à reta final, mas já pode ser considerada a mais surpreendente do reality show transmitido pela Record. De barracos com cusparadas a traições escandalosas, o programa vem mostrando que talvez não haja limite para a superexposição e o descontrole de subcelebridades na TV aberta. O jogo, […]

Por Tiago Faria Atualizado em 27 fev 2017, 00h20 - Publicado em 6 set 2013, 12h42

A sexta edição de A Fazenda ainda não chegou à reta final, mas já pode ser considerada a mais surpreendente do reality show transmitido pela Record. De barracos com cusparadas a traições escandalosas, o programa vem mostrando que talvez não haja limite para a superexposição e o descontrole de subcelebridades na TV aberta.

O jogo, até aqui, parece estar dividido entre a torcida da modelo Bárbara Evans (e, por tabela, de seu namorado Mateus Verdelho) e a da “injustiçada” Denise Rocha, o Furacão da CPI. Gominho, Yudi e Yani correm por fora na preferência do público, que já parece ter descartado a imprevisível Andressa Urach e o ranzinza Marcos Oliver. Quem vai ganhar o prêmio de 2 milhões de reais? As reviravoltas do jogo são tantas que seria mais seguro não cravar nenhum nome.

Mais fácil seria responder outra pergunta: quais foram as surpresas mais estranhas, mais irritantes, mais desagradáveis do reality? Veja a nossa lista a seguir:

10. As mudanças repentinas de regras

Eis que, quando menos se espera, o programa revela que ninguém será eliminado na roça da semana. Ou que o fazendeiro será escolhido no sábado, não no domingo. E que a definição da berlinda será no domingo, não no sábado. Se a missão do reality é dar um nó na cabeça do espectador, está conseguindo.

9. A fase “adulta” de Yudi Tamashiro

Ex-apresentador do programa infantil Bom Dia e Cia, no SBT, Yudi voltou à cena para provar que deixou de ser menino e virou, bem, homem. O problema é que ninguém aguenta mais ouvir o concorrente contar vantagens sobre a fama que tem com as mulheres e sobre como “perdeu a infância” ao trabalhar na TV. Menos, Yudi, bem menos.

8. Os “surtos” de Lu Schievano

A concorrente mais barraqueira da edição já foi eliminada, mas ainda deixa na lembrança alguns dos momentos de maior tensão do reality. Pronta para comprar guerra com todo e qualquer concorrente, ela provocava terremotos sempre que entrava em cena. Divertido? Nem sempre. O clima de tortura psicológica transformou o reality em filme de horror.

7. A edição entediante do programa

Vocês já notaram que, haja o que houver, os episódios do reality sempre começarão com um longo bloco que narra eventos que ocorreram em algum momento distante do dia anterior? Para segurar a audiência, as cenas mais interessantes ficam sempre para o fim. Azar do espectador que, entediado com cenas de subcelebridades cuidando de animais, cair no sono antes.

Continua após a publicidade

6.  A inocência dos concorrentes diante do jogo de Andressa

O humor de Andressa Urach, a vice Miss Bumbum, é uma gangorra. Há momentos em que a peoa está de bem com a vida, há dias em que ela parte para a ofensa. De uma forma ou de outra, todos concordam: no jogo, ela não é nada ingênua. Irrita, por isso mesmo, a inocência de adversárias como Bárbara, sempre pronta a perdoar as agressões da concorrente.

5. As baixarias sem punições

Se você está confinado em A Fazenda e, digamos, falar longe do microfone, receberá uma punição. Mas, se você decidir cuspir no rosto do famoso ali na piscina, não haverá problemas e a produção do programa não se manifestará. Por quê? Não sabemos. As regras do jogo, ao que parece, não incluem puxões de orelha quando o programa vira uma grande baixaria.

4. As suspeitas de manipulação

Desde que Alexandre Frota, que ajudou a criar o reality, foi à imprensa afirmar que o jogo era armado, o público passou a acompanhar o reality com muita, muita desconfiança. Foram criadas mil e uma teorias da conspiração (algumas, até bem divertidas) e a competição azedou um pouco. É tudo manipulado?

3. O suspense em torno da traição do marido de Scheila

O escândalo da traição de Tony Salles, marido de Scheila Carvalho, provocou falatório fora do reality show. Verdade ou armação? Quando a ex-dançarina do É o Tchan saiu do programa, criou-se suspense em torno do depoimento da peoa sobre o caso. A Record fez o público esperar quase uma semana para ver a tal entrevista. Para muita gente, a estratégia por audiência deixou uma pergunta no ar: era tudo teatro?

2. Marcos Oliver com acesso VIP à final do reality

A grande surpresa da edição acabou se revelando uma enorme frustração: premiado na primeira semana de jogo, o ex-ator pornô Marcos Oliver ganhou “passe VIP” para a grande final do programa. Azar do público, que se vê obrigado a aturar as lições de moral do concorrente, sem chances de eliminá-lo.

1. As guerras de cusparadas

Virou moda: nos barracos de A Fazenda 6, cuspe virou arma. Depois de um conflito entre Denise Rocha e Ivo Meirelles, os concorrentes perceberam que não havia punição prevista para esse tipo de ataque e resolveram adotá-lo no front. As briguinhas renderam cenas constrangedoras – e, às vezes, engraçadas de tão absurdas.

Agora é com você, caro leitor do Pop!: até agora, qual foi a surpresa mais desagradável desta edição de A Fazenda? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa fanpage no Facebook.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)