Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Na Plateia Indicações do que assistir no teatro (musicais, comédia, dança etc.)

Eduardo Tolentino faz de “Senhorita Julia” um quadro de tintas sóbrias

Clássico que se preza passa incólume ao avanço dos anos e torna-se mais relevante ainda à medida que vem essa confirmação. “Senhorita Julia” é um exemplo perfeito. Escrito em 1888, o texto do dramaturgo sueco August Strindberg (1849-1912) aborda temas recorrentes de sua obra, como a luta de classes e a rivalidade entre os sexos, […]

Por Dirceu Alves Jr. Atualizado em 27 fev 2017, 11h12 - Publicado em 22 mar 2013, 20h15

Augusto Zacchi, Ana Cecília Junqueira e Paloma Galasso no drama de August Strindberg (Foto: Divulgação)

Clássico que se preza passa incólume ao avanço dos anos e torna-se mais relevante ainda à medida que vem essa confirmação. “Senhorita Julia” é um exemplo perfeito. Escrito em 1888, o texto do dramaturgo sueco August Strindberg (1849-1912) aborda temas recorrentes de sua obra, como a luta de classes e a rivalidade entre os sexos, e, sob a direção de Eduardo Tolentino de Araújo, abre mão de uma localização temporal ou geográfica clara.

O embate entre uma jovem aristocrata (interpretada por Anna Cecília Junqueira) e seu criado (papel de Augusto Zacchi) é testemunhado pelo olhar atento da cozinheira (a atriz Paloma Galasso). Com os figurinos neutros e o cenário de caraterísticas clássicas, a encenação de tintas sóbrias lembra muitas vezes uma sucessão de quadros impressionistas, tamanha a beleza plástica obtida. Anna Cecília Junqueira e Augusto Zacchi sustentam o clima tenso da montagem, que traz ainda cenas sensuais repletas de delicadeza. Paloma Galasso, por sua vez, interioriza o sentimento da personagem numa representação do desnível social.

Confira cenas da peça no vídeo abaixo.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=-Q3VJZ5d6m0?feature=oembed&w=500&h=281%5D

 

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da VejaSP, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da VejaSP, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Edições da VejaSP liberadas no App Veja de maneira imediata

a partir de R$ 12,90/mês