Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Tudo Sobre Cinema

Cinquenta Tons de Cinza: as diferenças entre o livro e o filme

Se você ainda não viu Cinquenta Tons de Cinza, recomendo que pare de ler este texto. No post, eu aponto algumas diferenças que observei entre o livro e o filme. Certamente, existem outras e, caso queira me ajudar a completar, deixe no blog sua(s) resposta(s) sobre as modificações que notou. No livro – Anastasia tem […]

Por Miguel Barbieri Jr. Atualizado em 26 fev 2017, 18h38 - Publicado em 12 fev 2015, 19h40

Se você ainda não viu Cinquenta Tons de Cinza, recomendo que pare de ler este texto. No post, eu aponto algumas diferenças que observei entre o livro e o filme. Certamente, existem outras e, caso queira me ajudar a completar, deixe no blog sua(s) resposta(s) sobre as modificações que notou.

cinquenta3

No livro – Anastasia tem um BlackBerry e, com ele, troca muitas mensagens com Christian Grey.
No filme – Anastasia tem um antigo modelo flip da LG (sem ser smartphone), algo bem improvável para uma jovem recém-formada dos Estados Unidos.

No livro – A discussão sobre o contrato ocorre durante um jantar no hotel Heathman.
No filme – Anastasia quer discutir o contrato na sala de reunião do escritório de Christian.

No livro – Anastasia pede emprestado à amiga Kate um vestido cor de ameixa para ir ao encontro com Grey.
No filme – Ela chega ao escritório com o vestido cor de ameixa, mas não há nenhum sinal de que seja emprestado.

No livro – O contrato traz termos como masturbação, cunilíngua, felação e deglutição de sêmen.
No filme – Tudo isso foi extraído do contrato, que ficou, digamos, mais ameno.

No livro – Depois do inesperado encontro na Georgia, Christian e Ana transam no quarto do hotel onde ele está hospedado.
No filme – Logo após o encontro no bar, a trama é cortada para o voo de planador.

No livro – Depois do voo de planador na Georgia, Christian e Anastasia vão tomar café da manhã numa casa de panquecas.
No filme – Após o passeio, ele volta diretamente para Seattle após receber um telefonema.

Continua após a publicidade

No livro – Há muitas (mas muitas mesmo) trocas de mensagens, via computador ou celular, entre os dois.
No filme – Deve ter, no máximo, uma meia dúzia.

No livro – Depois da formatura de Anastasia, ela e Christian vão para casa – cada um na sua.
No filme – Há um corte brusco do encontro na formatura para uma comemoração na casa dela com champanhe em xícaras de chá.

No livro – No fim do livro, Anastasia consegue o estágio que queria.
No filme – Não há nenhuma menção a isso.

No livro – No fim do romance, Anastasia chega em casa e chora após terminar com Christian.

No filme – O longa-metragem encerra com uma despedida no elevador. Uma ótima sacada, por sinal.

+ Morno, quente ou frio? O que as fãs acharam de Cinquenta Tons de Cinza

Fotos inéditas e ousadas dos bastidores Cinquenta Tons de Cinza mostram atores bem à vontade

Cinquenta Tons de Cinza: o filme é tão “quente” quanto o livro?

Quer ter informações diárias sobre cinema? Então venha curtir a página do meu blog no Facebook. E me siga no Twitter! 

Continua após a publicidade
Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da VejaSP, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da VejaSP, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Edições da VejaSP liberadas no App Veja de maneira imediata

a partir de R$ 12,90/mês