Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Tudo Sobre Cinema

Assassinato de Celso Daniel vai virar filme com atores e série documental

Os detalhes de Quem Matou Celso Daniel? foram revelados em apresentação nesta sexta (4) na Expocine

Por Miguel Barbieri 4 out 2019, 16h39

Quem Matou Celso Daniel? A pergunta que não quer calar já dura dezessete anos, desde que o então prefeito de Santo André, do PT, foi assassinado em 18 de janeiro de 2002. Na manhã desta sexta (4), foi feita uma apresentação, na Expocine, sobre o filme que está em pré-produção. Aliás, não apenas um filme dramatizado com atores, mas também uma série documental.

Estiveram presentes a produtora Joana Henning (da Escarlate), o diretor Marcos Jorge (dos filmes Estômago e Mundo Cão), o roteirista Lusa Silvestre e a pesquisadora Gisele Vitória. Todos falaram da experiência no projeto.

Para refrescar a memória, Celso Daniel era prefeito de Santo André (e coordenador da campanha de Lula para presidente) quando, acompanhado do amigo, Sérgio Gomes da Silva (depois apelidado de Sombra), foi sequestrado saindo de um restaurante em São Paulo. Dois dias depois, seu corpo foi encontrado com marcas de tortura.

De lá até a morte de Sombra, em 2016, vítima de câncer, oito pessoas relacionadas ao caso foram assassinadas – do médico legista aos envolvidos diretamente no crime. A pesquisa envolveu três anos de trabalho, foram lidos os 40 volumes do processo, que envolveu dois inquéritos e uma investigação. “A intenção do roteiro não é mostrar um recorte e, sim, as várias versões. Teria sido um crime comum de sequestro seguido de assassinato ou seria um crime a mando de alguém?”, disse o realizador.

“Como a história tem várias versões, a decisão foi ir atrás das fontes primárias, procurar a história da forma como ela aconteceu”, explicou o roteirista. Sérgio Gomes, que morreu antes de ir a júri popular, estará na primeira e na última cena.

Continua após a publicidade

O elenco já foi escolhido, mas, por questões contratuais, ainda não pode ser revelado. A previsão é que as filmagens comecem no início de 2020 para o filme ser lançado no fim do mesmo ano ou em 2021. A ideia da série veio depois de os produtores constatarem que tinham um vasto material em mãos. Como ainda não foi vendida para nenhum canal ou plataforma de streaming, não há previsão de lançamento. Sabe-se, porém, que serão dez capítulos com cerca de 60 minutos cada.

Que me seguir nas redes sociais? Anote:

Facebook: facebook.com/paginadoblogdomiguel
Twitter: @miguelbarbieri
Instagram: miguelbarbieri
YouTube: Miguel Barbieri Jr. 

 

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da VejaSP, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da VejaSP, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Edições da VejaSP liberadas no App Veja de maneira imediata

a partir de R$ 12,90/mês