Imagem Blog

Memória

Por Blog Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Uma viagem no tempo às décadas passadas por meio de suas histórias, costumes e curiosidades.
Continua após publicidade

Artistas nacionais de um sucesso só

Uma relação de bandas e cantores que ficaram associados a apenas uma música durante toda a carreira

Por Roosevelt Garcia Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 1 jun 2017, 10h59 - Publicado em 1 jun 2017, 10h56

O termo “one hit wonders” é muito usado no show-bizz internacional para indicar aqueles artistas que tiveram uma carreira às vezes nem tão curta, mas que durante o tempo em que estiveram em evidência emplacaram somente um sucesso nas paradas. Essa situação também se repete no Brasil, onde artistas ou bandas acabam alcançando grande sucesso, geralmente associado a alguma novela global, mas depois somem sem deixar vestígios.

Aqui estão alguns exemplos.

 

1. Sempre Livre
O grupo de pop rock dos anos 80 formado somente por mulheres chegou a gravar dois discos, mas somente a música Eu Sou Free foi um grande sucesso naquela década. Fui Eu chegou a flertar com um relativo reconhecimento, mas não se comparou ao maior hit da banda.
https://youtu.be/3HPkVQJR5AI

 

 

2. Virgulóides
Formada em São Paulo no final dos anos 90, a banda de rock/samba e letras engraçadas emplacou de cara o sucesso Bagulho no Bumba, uma das mais tocadas nas rádios em 1997. Gravaram três discos até 2000, e ensaiaram um retorno em 2012, mas sem maiores alardes.
https://youtu.be/2XdNXHY97hU

 

 

3. Absyntho
Banda carioca de pop-rock dos anos 80, estourou em todo o Brasil com a música Meu Ursinho Blau-Blau, em 1982. Ficaram na ativa até 1987, com dois discos gravados, mas ninguém mais lembra de outra música deles que não seja a do ursinho!
https://youtu.be/-Pt54JTF7Js

 

 

4. Carrapicho
É uma banda amazonense, bem conhecida na sua região, que faz músicas com ritmos de raiz, como forró e toadas de boi-bumbá. No entanto, é lembrada no resto do país, e até no exterior, por apenas uma música: a contagiante Tic Tic Tac.
https://youtu.be/hqUEbhlRKX4

Continua após a publicidade

 

 

5. PO Box
Papo de Jacaré foi o único sucesso nacional dessa banda de Goiás, que estourou em todo Brasil e até no Japão em 2000.
https://youtu.be/9ODNDOYW4bQ

 

 

6. As Meninas
Grupo de axé formado na Bahia em 1997, somente por mulheres. O grupo trocou de formação e durou até 2009, mas o grande sucesso da carreira foi a música Xibom Bombom, do primeiro disco, em 1999, que alcançou o primeiro lugar nas rádios, sendo a mais tocada daquele ano.
https://youtu.be/6QKk5gU-CDI

 

 

7. Luka
A gaúcha Luciana Lima, que depois ficou conhecida como Luka, é bem reconhecida, inclusive internacionalmente, e já gravou quatro discos elogiados pela crítica e também pelo público. Mas quem se lembra dela automaticamente a liga a seu primeiro sucesso, que chegou às paradas meio sem querer no início dos anos 2000, a dançante Tô Nem Aí.
https://youtu.be/meAdbab15IA

 

 

8. Kelly Key
Cantora, atriz, apresentadora, empresária, jurada. Kelly Key chegou a gravar sete discos em sua carreira, a partir de 1999, mas seu grande sucesso foi Baba, pelo qual ficou conhecida até hoje. Ela tem até um canal no YouTube com esse nome.
https://youtu.be/zezVp0vqjJ4

 

 

9. Rouge
O grupo feminino formado no programa PopStars, do SBT, em 2002 chegou a ser conhecido como “as Spice Girls brasileiras”. Venderam 2 milhões de cópias do seu primeiro disco, que incluía Ragatanga, uma versão que faz elas serem lembradas ainda hoje.
https://youtu.be/jSa_E00fBhg

Continua após a publicidade

 

 

10. Vanessa Rangel
Advogada, ela abandonou o Direito para se dedicar à música. Em 1997, sua canção Palpite fez um enorme sucesso no país, incluída na trilha sonora da novela Por Amor. Abandonou a carreira em 2000 para voltar a advogar.
https://youtu.be/mIm3hcc6lzE

 

 

 

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.