Imagem Blog

Filmes e Séries - Por Barbara Demerov

Aqui você encontra críticas, entrevistas e as principais novidades sobre o mundo do cinema e do streaming
Continua após publicidade

O Último Duelo: conheça a história real retratada no filme

Longa apresenta um período marcado pelo confronto entre Inglaterra e França e conta a história de vingança contra a brutalidade do século 14

Por Barbara Demerov
7 out 2021, 21h19

O Último Duelo é a nova produção da 20th Century Studios com estreia marcada para o dia 14 de outubro nos cinemas. O filme, dirigido por Ridley Scott, adapta o livro The Last Duel: A True Story of Trial by Combat in Medieval France, do autor Eric Jager, que retrata um acontecimento envolvendo três pessoas da nobreza durante a Guerra dos Cem Anos, na França do Século XIV.

Para conhecer mais sobre a produção, confira abaixo algumas curiosidades sobre o período em que ela se passa e quem são os principais personagens.

GUERRA DOS CEM ANOS

Um dos maiores conflitos da história medieval, que aconteceu entre as duas grandes potências da Europa na época: França e Inglaterra, e foi motivada por razões políticas e econômicas. Apesar do nome, o conflito durou mais de um século, sendo dividido em quatro períodos: o primeiro entre 1337 e 1364, o segundo entre 1364 e 1380, o terceiro entre 1380 e 1422, e o quarto entre 1422 e 1453, finalizando com a vitória do exército francês sob o exército inglês, consolidando a Monarquia na França.

É neste cenário que se passa o filme O Último Duelo, mais precisamente em 1386, na França, enquanto ocorria o terceiro período da Guerra dos Cem Anos, marcado por duelos internos e disputas pelo trono. Na Inglaterra, o rei Ricardo II entrou em confronto contra os nobres, fazendo com que a nobreza apoiasse a subida de Henrique V para o trono Inglês. Já na França, os confrontos internos se deram após a morte do rei Carlos V, tendo como o seu sucessor Carlos VI, de apenas 11 anos, considerado pelos nobres sem condições mentais para governar o país e instaurando-se assim uma guerra civil.

PERSONALIDADES DA ÉPOCA VISTAS EM O ÚLTIMO DUELO

Continua após a publicidade
Imagem ilustrando o último duelo entre Jean de Carrouges e Jacques Le Gris em 1386
Imagem ilustrando o último duelo entre Jean de Carrouges e Jacques Le Gris em 1386 (Divulgação/Divulgação)

Jean de Carrouges

Jean de Carrouges foi um importante cavaleiro que governou propriedades em Normandia (noroeste da França) como vassalo do conde Pierre d’Alençon. Filho do nobre Sir Jean de Carrouges III e sua esposa Nicole de Buchard, ele teve um papel fundamental na Guerra dos Cem Anos, onde serviu a França em batalhas contra a Inglaterra.

Jean de Carrouges teve um grande amigo, Jacques Le Gris, ambos fiéis ao conde Robert d’Alençon e que lutavam juntos. Porém, com a morte de Robert e a chegada do seu irmão conde Pierre d’Alençon ao poder, a amizade entre os dois foi conturbada devido a clara preferência de Pierre por Le Gris, causando um sentimento de inveja e ciúmes em Carrouges.

Em 1380, se casou com Marguerite de Thibouville, filha única do nobre Robert de Thibouville. Com a união do casal, Thibouville esperava restaurar o status e a riqueza de sua família, enquanto Carrouges esperava um herdeiro de sua jovem e bela esposa.

Em 1386, partiu para um acampamento na Escócia e deixou sua esposa junto de sua mãe na aldeia de Capomesnil. É neste momento que Marguerite acusa seu ex-amigo de abusá-la sexualmente em sua casa, enquanto estava sozinha. Para honrar com a verdade dela e, principalmente, com sua própria honra, Carrouges decide realizar um processo judicial contra Le Gris, mas não obteve sucesso devido a preferência do Conde Pierre, juiz do caso, ao acusado.

Continua após a publicidade

Em busca de um julgamento justo, Carrouges viajou a Paris para apelar ao próprio rei Carlos VI. Em vez de prosseguir com um julgamento criminal normal, ele desafiou Le Gris a um duelo mortal, cujo sobrevivente seria considerado por Deus como aquele que estava falando a verdade. Caso perdesse, além de morrer, Marguerite também seria morta queimada viva.

No filme O Último Duelo, Jean de Carrouges é interpretado por Matt Damon.

Marguerite de Carrouges

Marguerite de Carrouges (interpretada no filme de Ridley Scott por Jodie Comer), conhecida pelo nome de solteira Marguerite de Thibouville, era uma mulher nobre originária de uma família normanda rica. Seu pai era Robert de Thibouville, quem estava com a sua reputação manchada devido à desavenças com o rei.

Marguerite casou-se com Jean de Carrouges, que teria sido um homem bastante bruto e violento. Em 1386, acusou Jacques Le Gris de tê-la estuprado com a ajuda de Adam Louvel. Porém, como Le Gris era queridinho da corte, a declaração de Marguerite foi negada, além de ter sido também acusada como mentirosa.

Continua após a publicidade

Seu marido, Jean, desafiou Le Gris para um julgamento de combate. No entanto, isso significava que uma investigação sobre o incidente seria realizada pelo Parlamento, e Marguerite teve que viajar para a capital para testemunhar o ocorrido. Com um depoimento angustiante, ela afirmou perante várias pessoas o que aconteceu com ela envolvendo Jacques Le Gris, mas um veredicto não foi alcançado. Então, seu marido desafiou o acusado a um duelo, conhecido na época como julgamento por combate. Marguerite vestiu-se toda de preto para o duelo entre o marido e o agressor.

Jodie Comer interpreta Marguerite de Carrouges; a atriz posa séria na imagem
Jodie Comer interpreta Marguerite de Carrouges (Fox Pictures/Divulgação)

Jacques Le Gris

Filho do escudeiro Guillaume Le Gris, Jacques Le Gris era considerado um homem educado, inteligente e excepcional cavalheiro da corte. Além disso, era um dos mais estimados e favoritos membros de conde Pierre D’Alençon. Essa preferência acabou deixando sua amizade com o escudeiro Jean de Carrouges tensa, mas rendeu-lhe terras e fortunas, enquanto seu parceiro apenas empobrecia.

Após anos de briga, Jacques Le Gris e Jean Carrouges decidem se reaproximar e foi em uma das celebrações da corte que Le Gris conhece a bela esposa de Carrouges, Marguerite.

Enquanto Jacques Le Gris cuidava das finanças do conde Pierre D’Alençon, Jean de Carrouges precisa batalhar para receber pagamentos. E é em uma das partidas de Carrouges em busca de dinheiro que Le Gris foi acusado de estuprar Marguerite. Mesmo negando as acusações e acusando-a de alucinação, um duelo entre os ex-amigos é intitulado. Quem vencesse estaria falando a verdade.

Continua após a publicidade

Adam Driver interpreta Jacques Le Gris em O Último Duelo.

Pierre D’Alençon

Filho de Carlos II de Alençon e Maria de la Cerda, Pierre D’Alençon nasceu na Argentina em 1340 e retornou para a França em 1370. Junto de seu irmão Robert D’Alençon, conde de Normadia, ele lutou em campanhas contra a Inglaterra.

Após a morte de Robert, Pierre assumiu o posto de conde e casou com Marie Chamaillart, com quem teve 8 filhos. Apesar de casado, o conde tinha fama de mulherengo.

Pierre tinha um grande afeto por Jacques Le Gris e o considerava um amigo próximo. Após a acusação de Jean de Carrouges sobre a agressão sexual de Le Gris à sua esposa, Pierre tenta defender o amigo, mas não consegue impedir que o caso chegue ao rei Carlos VI.

Continua após a publicidade

Em O Último Duelo, Pierre D’Alençon é interpretado pelo ator Ben Affleck, que tinge o cabelo de loiro para encenar o personagem.

Rei Carlos VI

Após a morte de seu pai Carlos V, Carlos VI se tornou Rei da França com apenas 11 anos de idade, em meio da Guerra dos Cem Anos. Como era menor de idade, compartilhou a regência com quatro de seus tios até terminar os estudos.

Aos 21 anos, Carlos VI afastou os tios e melhorou as condições de vida dos franceses, que passaram a tratá‐lo por “O Bem Amado”. Entretanto, começou a dar indícios de instabilidade mental e emocional, provavelmente provindas de uma esquizofrenia, ficando conhecido como “O Louco”. Morreu de causas naturais em 1422, antes de completar 54 anos.

Em O Último Duelo, o Rei Carlos VI aparece durante o julgamento do duelo entre Jacques Le Gris e Jean de Carrouges. O personagem é interpretado pelo ator Alex Lawther.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.