Imagem Blog

Delícia de Conta

Por Comidinhas
Dicas de comidinhas com bom custo-benefício e notas sobre promoções que agradam tanto o paladar quanto a carteira
Continua após publicidade

O paraíso da coxinha fica na Vila Zelina

Do tradicional frango com catupiry ao infame "kibixinha", o estabelecimento inova na receita de um dos salgados mais tradicionais (e amados) do país

Por Fábio Galib
Atualizado em 21 abr 2017, 17h41 - Publicado em 15 abr 2016, 20h51
Coxinhas de brigadeiro (R$ 2,90 em tamanho míni) e de carne-seca em massa de mandioca (R$ 7,90). Foto: Fábio GalibCoxinhas de brigadeiro (R$ 3,40 em tamanho míni) e de carne-seca em massa de mandioca (R$ 7,90). Foto: Fábio Galib

Picadinho, costela no bafo, pato com laranja, estrogonofe de carne. Acredite se quiser, mas não estamos falando de um menu de pratos variados, mas de alguns dos sessenta sabores de coxinha criados por Fernando Scarcella Miranda, um figuraça mais conhecido como Matusa. Por mais de duas décadas, ele comandou o Santa Coxinha no interior de um posto de gasolina da Vila Prudente até mudar o negócio, um punhado de anos atrás, para a Vila Zelina, bairro ali pertinho, onde o Leste Europeu encontra o Leste Paulistano.

Não espere encontrar quitutes pálidos mofando na vitrine. Afora uma ou outra coxinha de frango (R$ 5,40) que fica ali para exibição, tudo é frito na hora. Somam-se àquelas citadas no início do texto, versões de cordeiro com molho de hortelã, de siri e até uma portuguesa, com presunto, queijo, ovo e ervilha, a maioria delas a R$ 6,90. O preço não é dos mais baixos, mas a massa de batata levinha e a fartura de recheio compensam.

Ambiente do Santa Coxinha (Foto: Fábio Galib)Ambiente do Santa Coxinha (Foto: Fábio Galib)

+ Dez endereços para comer cannoli

+ Quinze sobremesas que custam até quinze reais

Oito sugestões vêm na massa de mandioca, entre elas feijoada (R$ 6,90) e carne-seca (R$ 7,90), e outras seis são doces, como a de brigadeiro (R$ 3,40). Esta, passada em canela e açúcar depois de frita, é pequenininha, equivale a duas mordidas e, acredite, você vai querer mais.

Continua após a publicidade

Mas não pense que as peripécias culinárias do Matusa param por aí. O cardápio é imenso, com outros salgados (incluindo o infame kibixinha, um quibe recheado de frango com catupiry a R$ 6,40) e também pratos e mais alguns sandubas.

Neste capítulo, é inevitável abrir parênteses para uma monstruosidade que leva o nome de ultra x-tudão. Ele pesa 2,5 quilos, custa módicos R$ 159,90 e se faz necessário tomar fôlego para ler sua descrição. São dois hambúrgueres de 250 gramas, quatro salsichas, frango desfiado, presunto, queijo, quatro ovos, bacon, calbresa, azeitona, palmito, batata palha, tomate, purê, milho, ervilha, alface, batata frita, cenoura, cebola, maionese, cheddar e (ufa!) polenta frita no pão sírio. E aí, vai encarar?

Santa Coxinha. Praça República Lituana, 73, Vila Zelina, 2345-4249.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.