Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
CASACOR Tendências de decoração, arquitetura, design e paisagismo com curadoria

Upcycling: o design sustentável como aliado do meio ambiente

A técnica de Upcycling está sendo adotada pela arquitetura em projetos que pretendem ter uma pegada mais sustentável

Por Yeska Coelho/CASACOR Atualizado em 12 abr 2022, 09h53 - Publicado em 14 abr 2022, 11h00
Estúdio do Viajante - Diego Raposo. CASACOR Rio de Janeiro 2019.
Estúdio do Viajante – Diego Raposo. CASACOR Rio de Janeiro 2019. André Nazareth/CASACOR/Veja SP

Upcycling é um conceito que não está exclusivamente relacionado à decoração de interiores ou ao design, mas não há como negar que a arquitetura se apropriou do método que tem feito maravilhas tanto por seu poder estético, quanto pelo cuidado com o meio ambiente e a natureza.

Para Christian Ullmann, Coordenador de Projetos CR+IED Brasil e um dos criadores do Movimento Lixo Invisível (@lixoinvisivel), “todos os materiais e produtos podem ser ‘reaproveitados’. Esta é uma prática antiga – todas e todos já escutaram falar de um ferro velho, uma colcha de retalhos ou o ato de passar o berço para o novo irmão ou prima que está chegando – esta prática sempre existiu no setor industrial e até na própria casa”.

A tradução do termo reflete muito bem o seu significado: “reutilização“. Para trabalhar este método, é preciso quebrar o paradigma de que o lixo deve estar na lixeira e vê-lo com outros olhos. Além disso, botar a mão na massa e colocar a criatividade em todas as etapas do processo é indispensável.

“O upcycling propõe sim reciclar, porém aumentando o valor criando novas peças ‘surpreendentes’ para fazer assim um melhor uso de toda a riqueza natural, do próprio material utilizado, da energia usada para a fabricação deste produto/material e especialmente do tempo que foi necessário”, afirma Ullmann.

O que é Upcycling, afinal?

 

Colar feito comembalagem de café à vácuo e correntes de outros colares.
Colar feito comembalagem de café à vácuo e correntes de outros colares. Lixo Invisível (@lixoinvisivel)/Veja SP

O termo Upcycling surgiu em 1994 e se popularizou nos Estados Unidos em 2002 com a criação do livro Rethinking The Way We Make Things (na tradução livre “Criar e Reciclar Ilimitadamente”). Trata-se de uma prática que visa reduzir os resíduos que passariam anos em um aterro ou lixão, para dar-lhes uma nova forma.

De acordo com Ana Borba, engenheira civil que desde 2004 cria objetos com lixo, e também fundou a Lixiki (lixiki.com.br), o Upcycling não está relacionado apenas ao que se pode ver em um projeto, mas também é sobre os revestimentos utilizados na composição.

“Nem todos os materiais reutilizados precisam estar em destaque, muitos podem estar invisíveis, se você faz um contrapiso de uma ambiente reutilizando o entulho de uma parede da própria obra, isso é uma reutilização criativa de um material”, afirma Borba.

Continua após a publicidade

Diferente da reciclagem, que reaproveita materiais específicos – como vidro, papel, plástico e metal –, o Upcycling é uma técnica que visa explorar a flexibilidade dessas peças para transformá-las em outras totalmente novas.

Na prática, enquanto o processo de reciclagem devolve o material para o mercado com a mesma função que ele tinha originalmente, o Upcycling investe em criatividade para ressignificar a matéria-prima de um jeito inovador.

Projetos da CASACOR que investiram em Upcycling

Um dos pilares mais relevantes da CASACOR é a sustentabilidade, que é levada a sério pela empresa e pelo seu elenco de profissionais assim como os parceiros envolvidos. Para Giuliana Mantovani, engenheira eletricista e Chef no Movimento Lixo Invisível, o maior desafio de todos é conseguir aliar elegância e upcycling: “A sofisticação e a elegância são dadas pelo produto criado e não somente pelo material”.

A seguir, confira alguns projetos da CASACOR que investiram no Upcycling de maneira prática:

Sabe aquela bicicleta que ficou antiga e você não sabe o que fazer com ela? Aproveitar para usá-la na decoração pode ser uma ideia criativa que, de quebra, contribui com o meio ambiente. A ideia de Carla Carla Grüdtner, do Studio 33, para a CASACOR Paraná 2019 reflete isso com uma boa dose de estilo. Para a atmosfera industrial da composição, a bicicleta caiu como uma luva.
Sabe aquela bicicleta que ficou antiga e você não sabe o que fazer com ela? Aproveitar para usá-la na decoração pode ser uma ideia criativa que, de quebra, contribui com o meio ambiente. A ideia de Carla Carla Grüdtner, do Studio 33, para a CASACOR Paraná 2019 reflete isso com uma boa dose de estilo. Para a atmosfera industrial da composição, a bicicleta caiu como uma luva. Eduardo Macarios/CASACOR/Veja SP
A Suíte das Crianças, projeto de Messa Penna para a CASACOR São Paulo 2019, contou com com materiais upcycled diversos, como sacolas plásticas recicladas, que foram usados pelo escritório para criar peças de arte coloridas. Tanto a cama quanto o tapete foram criados com macramê de cordas náuticas, que no futuro pode ser reutilizado para uma nova função. O balanço também foi feito a mão com o mesmo material. 
A Suíte das Crianças, projeto de Messa Penna para a CASACOR São Paulo 2019, contou com com materiais upcycled diversos, como sacolas plásticas recicladas, que foram usados pelo escritório para criar peças de arte coloridas. Tanto a cama quanto o tapete foram criados com macramê de cordas náuticas, que no futuro pode ser reutilizado para uma nova função. O balanço também foi feito a mão com o mesmo material. Evelyn Muller/CASACOR/Veja SP
O Estúdio da Mulher Contemporânea mesclou peças contemporâneas e antigas para chegar ao estilo vintage. À frente do projeto, Marcela Peppe investiu em discos de vinil para compor o décor. A ideia traz um clima super despojado para o ambiente que foi exibido na CASACOR São Paulo 2019.
O Estúdio da Mulher Contemporânea mesclou peças contemporâneas e antigas para chegar ao estilo vintage. À frente do projeto, Marcela Peppe investiu em discos de vinil para compor o décor. A ideia traz um clima super despojado para o ambiente que foi exibido na CASACOR São Paulo 2019. Divulgação/CASACOR/Veja SP
Gustavo Neves criou a Casa Sumê Espaço Conectado LG para a CASACOR São Paulo 2019 com materiais que foram descartados pela indústria e ganharam nova função no espaço. O resultado foi surpreendente. Um exemplo de como o Upcycling se fez presente na composição está na luminária, cujas hastes tiveram como matéria-prima o caule de uma palmeira recolhido pelo próprio arquiteto na rua, após uma tempestade que o destacou de seus troncos.
Gustavo Neves criou a Casa Sumê Espaço Conectado LG para a CASACOR São Paulo 2019 com materiais que foram descartados pela indústria e ganharam nova função no espaço. O resultado foi surpreendente. Um exemplo de como o Upcycling se fez presente na composição está na luminária, cujas hastes tiveram como matéria-prima o caule de uma palmeira recolhido pelo próprio arquiteto na rua, após uma tempestade que o destacou de seus troncos. Marco Antonio/CASACOR/Veja SP

 

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da VejaSP, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da VejaSP, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Edições da VejaSP liberadas no App Veja de maneira imediata

a partir de R$ 12,90/mês