Imagem Blog

Arte ao Redor

Uma curadoria de exposições, cursos e novidades dos museus, galerias e institutos culturais de São Paulo
Continua após publicidade

‘Miragem’, na Galeria Pilar: entre o exato e o lúdico

Artista Rodolfo Borbel Pitarello dribla a geometria em obras em que os limites parecem mas não são certeiros

Por Tatiane de Assis Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
26 nov 2021, 06h00

Em Miragem, na galeria Pilar, Rodolfo Borbel Pitarello reúne dezoito pinturas, como Cruzul — Esculturas de Lama (2021). Nas obras, ele deixa a tinta sintética de lado para utilizar a têmpera, emulsão formada a partir da gema do ovo e pigmentos naturais, largamente utilizada na antiguidade e na arte italiana dos séculos XIV e XV.

Imagem mostra pintura com fundo rosa e elementos em formato de cilindro ou cone, brancos e esverdeados, pintados sobre o fundo.
Cruzul — Esculturas de Lama (2021): repetição e certa melancolia (Adriana Moreno/Divulgação)

Essa escolha, de acordo com a também artista Julia Cavazzini, que assina o texto crítico, pode ser mais bem compreendida a partir do desejo pela “transparência, toque e temporalidade de uma matéria viva”.

Também vale assinalar que, no conjunto, Pitarello alcança paragens muito distintas desde uma base comum: uma grade geométrica, na qual entrelaça figuras.

Continua após a publicidade

A partir dessa estrutura, o autor atinge diferentes diálogos. Pode chegar tanto a uma composição lúdica, que parece conversar de uma forma singular com obras da paulista Sandra Cinto, como há uma conversa com o bordado, a partir de linhas hesitantes, que trazem à mente o vai e vem da agulha e, lógico, a obra do cearense Leonilson (1957-1993).

É importante ainda pontuar que a geometria não engole o artista, ele a maneja, com destreza e uma certa dramaticidade. Em Golpe (2021; capa), que de perto não tem nada de certeiro, vemos o gesto repetitivo e paciente na construção dos retângulos, que flertam com a tecelagem e têm um quê de melancolia na sobreposição de camadas.

Galeria Pilar. Rua Barão de Tatuí, 377, Santa Cecília, 98423-4005. Terça a sexta, 11h às 18h; sábado 11h às 16h. Grátis. → No sábado, as visitas devem ser agendadas por telefone. Até 4 de dezembro.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.