Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Arte ao Redor Tatiane de Assis é repórter da Veja SP. Acredita que as artes visuais podem aproximar pessoas e descortinar novas facetas da vida.

Instituto Tomie Ohtake traz exposição sobre fotógrafo Pierre Verger

Segundo curadora, mostra com mais de 300 itens, entre fotos, cadernos de viagem e outros documentos, exibe relação entre texto e imagem de seu trabalho

Por Tatiane de Assis Atualizado em 1 out 2021, 00h19 - Publicado em 1 out 2021, 06h00

Exposições dedicadas ao fotógrafo francês Pierre Verger (1902-1996) — que viajou o mundo, mas fez da Bahia morada — pipocam no calendário cultural de São Paulo de tempos em tempos. Em 2015, houve uma mostra no Museu Afro-Brasil. Em 2019, no Museu da Imagem e do Som (MIS). Agora, é a vez do Instituto Tomie Ohtake, com uma exposição que apresenta mais de 300 itens, entre fotos, cadernos de viagem e outros documentos. “O que trazemos, de forma mais específica, é a relação entre texto e imagem na produção do Verger”, aponta a curadora Pryscila Gomes. “Em um primeiro momento, ele era um típico fotógrafo-viajante, sem muito comprometimento com a circulação das fotos a posteriori. Depois, com o aprofundamento de suas vivências e o registro das viagens em diários, ele questiona abordagens sensacionalistas.”

> ITO. Rua Coropés, 88, Pinheiros, ☎ 2245-1900. Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Até 21 de novembro.

+Assine a Vejinha a partir de 8,90.

Publicado em VEJA São Paulo de 6 de outubro de 2021, edição nº 2758

Continua após a publicidade

Publicidade