Imagem Blog

Arte ao Redor

Uma curadoria de exposições, cursos e novidades dos museus, galerias e institutos culturais de São Paulo
Continua após publicidade

Mostra na Luciana Brito Galeria traz peças que parecem esferas alienígenas

A partir de materiais orgânicos, o artista Bosco Sodi mostra sua produção majoritariamente ligada à natureza

Por Tatiane de Assis Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 22 abr 2022, 14h14 - Publicado em 22 abr 2022, 06h00

O artista mexicano Bosco Sodi não é dado a muitas cerimônias. Em entrevista à VEJA São Paulo, sobre sua exposição Curved Surfaces, na Luciana Brito Galeria, ele foi logo soltando: “Não senta aí desse lado, nessas poltronas, tem muito mosquito”. Momentos depois, ele tentou capturar um pernilongo insistente no ar, sem sucesso.

Sua preocupação, pontual, talvez se relacione com as questões trabalhadas por ele em sua produção majoritariamente ligada à natureza. Por exemplo, punhadões de terra que coletou nos arredores da instituição cultural que ele mantém no México, a Casa Wabi, se transformaram em esferas de cerca de 50 centímetros. As peças não levam títulos e foram produzidas em 2021. E, a depender do lugar onde são colocadas, estabelecem diferentes relações.

+ Paulo Nazareth exibe fotos, pinturas, instalações e vídeos no Copan

Na sede da Luciana Brito, uma casa de 1958 assinada por Rino Levi, são quase itens alienígenas dado seu caráter orgânico frente à certa assepsia e sobriedade do projeto arquitetônico. Sodi, que mora entre seu país natal, Estados Unidos e Espanha, também leva ao espaço expositivo outros trabalhos nascidos durante a pandemia, da série Sack Painting (2022).

Trata-se de sacos de juta que originalmente serviam para acondicionar verduras e pimentas no mercado. As peças ostentam sóis na cor preta, vermelha e laranja, pintados com tinta a óleo. Uma tentativa de alcançar um horizonte que oscilava e somente agora parece se abrir.

Continua após a publicidade
Saco de juta com sol preto pintado com tinta a óleo
Peça de Bosco Sodi da exposição “Curved Surfaces” (Divulgação/Divulgação)
Saco de juta com sol vermelho pintado com tinta a óleo
(Divulgação/Divulgação)

Luciana Brito Galeria. Avenida Nove de Julho, 5162, Jardim Europa, ☎ 3842-0634. Seg., 10h/16h; ter. a sex., 10h/19h; sáb., 11h/17h. Grátis. Até 14 de maio.

+Assine a Vejinha a partir de 12,90. 

Continua após a publicidade

Publicado em VEJA São Paulo de 27 de abril de 2022, edição nº 2786

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.