Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Blog do Lorençato Por Arnaldo Lorençato O editor sênior Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há 30 anos. De 1992 para cá, fez mais de 15 000 avaliações. Também é autor do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia, e do Lorençato em Casa, programa de receitas em vídeo. O jornalista leciona na Universidade Presbiteriana Mackenzie

Mais uma edição da quase centenária Festa de Nossa Senhora Achiropita

Começa neste sábado (6) a grande quermesse à italiana que se esparrama pelas ruas Treze de Maio, São Vicente e Doutor Luís Barreto

Por Arnaldo Lorençato Atualizado em 7 ago 2022, 18h15 - Publicado em 6 ago 2022, 09h05

Uma tradição em um bairro paulistano que, durante muito anos, foi ocupado por uma grande leva de imigrantes italianos e berço de cantinas que marcaram a história das gastronomia da capital como a extinta Capuano, a Bela Vista, ou Bixiga para os íntimos, vai ser ocupada pela 96ª edição da Festa de Nossa Senhora Achiropita a partir deste sábado (6). Depois de um hiato de dois anos, o festejo está de volta na forma presencial de rua.

A festa quase centenária, que começou pequena, se agigantou com o passar dos anos, hoje se esparrama pelas ruas Treze de Maio, São Vicente e Doutor Luís Barreto, além de um cantina junto ao santuário que costuma lotar e recomenda-se fazer reserva para conseguir uma mesa.

O evento, montado como uma quermesse gigante em homenagem à santa padroeira do bairro, teve início com imigrantes da calabreses, muito deles da cidade de Rossano, onde também se celebra a fé na Cattedrale di Maria Santissima Achiropita.

Para atender uma multidão cheia de apetite, mais de 1.100 pessoas trabalham voluntariamente, uma vez que parte da arrecadação se destina a obras sociais mantidas pela igreja em quase uma dezena de instituições, entre elas o Centro Educacional Dom Orione (Cedo).

O público encontra 35 barracas com especialidades como fogazza (pastelão frito), fricazza (variação da focaccia), pizza, polenta, antepasto, pimentão, berinjela ao forno, macarrão, calabresa e churrasco. Não faltam doces italianos e um repertório etílico que inclui vinho, cerveja e refrigerante.

Nos cálculos dos organizadores, estão previstos números grandiosos de consumo. São 12.500 quilos de macarrão, 18.000 litros de molho de tomate, 11.500 mil quilos de muçarela, 7.000 quilos de linguiça calabresa, 6.500 quilos de carne e ainda 18.000 quilos de farinha de trigo para preparar fogazza, fricazza e pizza. Nas bebidas, os volumes também impressionam: 10.000 litros de vinho, 15.000 litros de cerveja, outros 15.000 litros de refrigerante…

Ajudam a reforçar as cifras polpudas os pedidos por delivery num raio de até 7 quilômetros – as edições 2020 e 2021 funcionaram por sistema de entrega em domicílio e, no ano anterior, também na cantina. Para a garotada, vale lembrar que há brincadeiras como canaleta, tiro ao alvo, pula-pula…

Festa de Nossa Senhora Achiropita.
Ruas Treze de Maio, São Vicente e Doutor Luís Barreto, Bela Vista.
Horário: sábados, 18h às 0h; domingos, 17h30 às 22h30.
Cantina: sábados, 20h/0h; domingos, 19h/23h.
Quando: de sábado (6) a 4 de setembro.

Continua após a publicidade

+Assine a Vejinha a partir de 9,90. 

Valeu pela visita! Para me seguir nas redes sociais, é só clicar em:

Facebook: Arnaldo Lorençato

Instagram: @alorencato

Twitter: @alorencato

Para enviar um email, escreva para arnaldo.lorencato@abril.com.br

Caderno de receitas: + Fettuccine alfredo como se faz em Roma

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês