Clique e assine por apenas 5,90/mês

Vídeo mostra trecho de briga entre Neymar e modelo que o acusou de estupro

Na gravação, Najila Mendes de Souza pergunta se o jogador gosta de bater. Ele responde: gosto. Assista ao vídeo.

Por Redação VEJA São Paulo - Atualizado em 6 jun 2019, 11h56 - Publicado em 6 jun 2019, 09h24

Um vídeo que está circulando no WhatsApp mostra uma briga entre o atacante Neymar e a modelo Najila Mendes de Souza, que o acusa de tê-la estuprado.

O caso veio à tona no sábado (1º), após chegar ao público o conteúdo do boletim de ocorrência no qual Najila registrou a queixa. Nesta quarta-feira (5), em sua primeira entrevista após acusar Neymar, a modelo voltou a dizer que foi abusada sexualmente pelo jogador e pediu por justiça.

A gravação da briga começou a circular na internet depois dessa conversa na TV. No vídeo, o jogador do Paris Saint Germain e Najila aparecem trocando beijos. Ao se deitarem na cama, começam a conversar. É possível ouvir o diálogo.

“Não, não, não. Bater não”, diz Neymar.

A mulher responde:

“Você gosta de bater, né?”.

O atacante completa:

“Gosto”.

Continua após a publicidade

Najila se levanta da cama e começa a dar tapas em Neymar.

“Mas eu vou te bater sabe por quê? Porque você me agrediu e me deixou aqui sozinha ontem”. 

Enquanto isso, ainda deitado na cama, o atacante tenta se defender usando os pés.

View this post on Instagram

Tô passada! Sabe aquela ditado de que quanto mais mexe numa coisa, mais fede? Assim está essa história do Neymar e da Najila. O vídeo oficial acabou de ser divulgado e tá rolando em todos os grupos de WhatsApp. Assistam e tirem suas próprias conclusões.

A post shared by S U B C E L E B R I T I E S (@subcelebrities) on

As imagens se referem ao segundo encontro entre os dois. Depois de terem se conhecido pelo Instagram, Neymar chamou a modelo de São Paulo para ir a Paris, no dia 15 de maio. Najila registrou a ocorrência apenas quando chegou no Brasil, no dia 31.

Quando o documento tomou o noticiário, Neymar publicou um vídeo de sete minutos para se defender. Nele, mostrou parte do que seria a conversa que teve com a modelo no WhatsApp e ainda expôs fotos íntimas dela. A polícia investiga o jogador.

Continua após a publicidade
Publicidade