Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Viatura e prédio da polícia são vandalizados durante Virada Cultural

Ações ocorreram de madrugada; duas pessoas foram presas

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 20 Maio 2018, 13h57 - Publicado em 20 Maio 2018, 13h44

Uma viatura e dois prédios da Polícia Civil de São Paulo foram depredados na madrugada deste domingo (20), no centro, durante a Virada Cultural. Dois suspeitos foram detidos.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública, uma viatura do Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania (DPPC) foi pichada na Avenida São João por volta das 3h.

O prédio do Instituto de Identificação Ricardo Gumbleton Daunt (IIRGD), na Avenida Cásper Líbero, na Luz, foi pichado na madrugada. Já o Palácio da Polícia Civil, na Rua Brigadeiro Tobias, teve um vidro da porta quebrado.

O boletim de ocorrência registrado no 2º Distrito Policial (DP), no Bom Retiro, aponta o estudante João Victor Coutinho Encarnação Fraguas, de 19 anos, como o suspeito de pichar a fachada do IIRGD. Ele foi acusado de pichação, dano ao patrimônio, resistência e desobediência.

O segundo preso em flagrante foi outro estudante. Victor Hugo Santos do Vale, de 22 anos, foi acusado de quebrar o vidro do edifício da Rua Brigadeiro Tobias.

Reprodução/Redes Sociais/Veja SP
  • Continua após a publicidade
    Publicidade