Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Traficante internacional é preso em condomínio de luxo em Angra dos Reis

Criminoso usava o Porto de Santos para enviar drogas à Europa

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 15 set 2019, 15h01 - Publicado em 15 set 2019, 14h58

A polícia prendeu na manhã deste domingo (15), em Angra dos Reis, litoral sul fluminense, o traficante André de Oliveira Macedo, conhecido como André do Rap. Ele era procurado pela Interpol e apontado como um dos líderes da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC).

O bandido foi encontrado em um condomínio de luxo no bairro Itanema, que fica às margens da BR-101 (Rodovia Rio-Santos). Na residência, foram apreendidos um helicóptero e uma lancha.

Segundo as investigações da polícia, André do Rap era um dos responsáveis por enviar cocaína para a Europa, passando pelo Porto de Santos. Ele usava o entreposto para fazer o transporte das drogas.

O preso era dono de um sitio localizado em Bertioga, em São Paulo. Segundo as investigações, ele substituiu Wagner Ferreira, o Cabelo Duro, que morreu no ano passado após uma divergência interna no PCC. A confusão culminou com a morte de Gegê do Mangue, um dos “cabeças” da organização.

Continua após a publicidade
Publicidade