Mulher escreve bilhete para salvar garota assediada em ônibus

Thaíza de Paula, de 24 anos, foi ajudada por passageira quando estava a caminho para o trabalho, no Rio de Janeiro

Uma mulher escreveu um bilhete para “salvar” uma passageira que se sentiu assediada por um homem dentro de um ônibus na cidade do Rio de Janeiro. O caso aconteceu no dia 13 de junho.

Doze dias depois do que tudo aconteceu, a jovem carioca Thaíza Paula, de 24 anos, continua agradecendo Camila, a quem chama de “anjo da guarda”, e que acabou virando sua amiga.  “A gente vai manter contato para sempre. Sou eternamente grata a ela pela atitude que teve comigo”, diz a assistente odontológica a VEJA SÃO PAULO que, por segurança, não quis dizer nem onde mora, nem onde trabalha na cidade do Rio de Janeiro.

No dia do episódio, Thaíza contou que tomou o ônibus de costume para ir ao trabalho. No meio do caminho, um homem sentou-se ao seu lado. “Ele não tirava os olhos de mim, nem disfarçava. Eu já estava ficando incomodada com aquilo”, afirma.

A inquietude do rapaz, que não parava de olhar para os lados, deixou Thaíza ainda mais assustada. “A vontade de levantar era grande. Mas com medo de ele tentar fazer alguma coisa para impedir era maior”, explica. “Achei que ele estava querendo alguma coisa, só não sabia exatamente oque era”.

Camila assistia a tudo do banco de trás. Ao perceber que a jovem estava em apuros, escreveu um bilhetinho e repassou discretamente a ela: “Moça, mexe na sua orelha direita se esse cara ao seu lado estiver te incomodando. Meu nome é Camila. Você pode fingir que me conhece”.

Sem pensar duas vezes, Thaíza começou a puxar papo com a autora da mensagem. “Fingimos que nos conhecíamos de algum lugar. E logo em seguida fui para o banco de trás e sentei ao lado dela”, diz. “Começamos a conversar e trocamos o celular”.

Segundo a assistente odontológica, o rapaz desceu do ônibus pouco tempo depois, “sem entender nada”.

Assim que chegou no consultório onde trabalha, Thaíza publicou um texto no Facebook contando a história. Além da mensagem, postou também a foto do bilhetinho que recebeu de sua nova amiga.

“Camila, muito obrigada pelo seu ato de ajuda. Obrigada mesmo! Serei eternamente grata”, escreveu. “Uma das frases de Camila comigo foi: o mundo já está tão ruim, e nós mulheres temos que estar mais unidas. Que fique de exemplo para todas”.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s