Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Técnico de enfermagem é preso suspeito de dopar e estuprar paciente

Caso ocorreu no Hospital Universitário da USP, no Butantã; homem confessou o crime, diz a SSP

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 18 fev 2021, 16h53 - Publicado em 18 fev 2021, 16h52

Um homem foi preso suspeito de estuprar uma paciente durante um atendimento no Hospital Universitário da USP. O caso ocorreu em dezembro. A vítima tem 21 anos e relatou que foi sedada e abusada quando realizava um tratamento para fibromialgia

Policiais da 3ª Delegacia de Defesa da Mulher prenderam o técnico de enfermagem na terça-feira (16). Em nota para a Vejinha a Secretaria de Segurança Pública (SSP) afirmou que o suspeito, Sérgio Azevedo, 46, confessou o crime.

Durante entrevista para o SBT a vítima afirmou que foi ao hospital após ter uma crise de fibromialgia, doença que provoca fortes dores musculares em todo o corpo. Durante o atendimento ela relata que o técnico aplicou um sedativo que não estava previsto no protocolo de tratamento.

“Ele me colocou em cima da maca, me virou e aí eu tive flashes dele passando a mão por todo o meu corpo, por minha genital e abusando de mim”. Depois do ocorrido, no dia seguinte, a vítima relata que procurou a delegacia e levou suas roupas íntimas para comprovar o crime.

De acordo com a SSP, o mandato é de prisão temporária e o caso segue sendo investigado pela Delegacia de Defesa da Mulher.

 

Continua após a publicidade
Publicidade