Clique e assine por apenas 6,90/mês

Laudo revela causa da morte de Tales Cotta durante desfile da SPFW

Rapaz caiu desacordado e chegou a ser socorrido na passarela, mas não resistiu

Por Redação VEJA São Paulo - Atualizado em 23 May 2019, 20h32 - Publicado em 23 May 2019, 20h22

Os exames realizados pelo Instituto Médico Legal (IML) atestaram que uma doença no coração não diagnosticada causou a morte do modelo Tales Cotta, de 26 anos, que desfilava na São Paulo Fashion Week, no dia 27 de abril.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública informou que o laudo necroscópico apontou uma parada cardiocirculatória seguida de parada respiratória. O caso ainda segue em investigação pelo 91º DP.

O portal G1 teve acesso à integra do documento que também descartou a presença de álcool e drogas no corpo do rapaz. De acordo com o site, é provável que o caso seja arquivado por tratar-se de uma fatalidade.

Tales Cotta desfilava pela marca Ocksa quando desmaiou na passarela. O rapaz foi socorrido, mas não resistiu. À época, a semana de moda paulistana chegou a ser criticada por não encerrar os trabalhos após o ocorrido.

Publicidade