Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Suposto ganhador da Mega da Virada vai ao Procon-SP por prêmio

Sortudo ou sortuda perdeu o maior valor já esquecido da história, R$ 162 milhões; órgão de defesa do consumidor acionou a Caixa

Por Redação VEJA São Paulo 23 abr 2021, 10h24

Uma pessoa procurou o Procon-SP na quinta-feira (22) afirmando ser o ganhador da Mega da Virada de 2020. O sorteio, realizado em 31 de dezembro do ano passado, foi de R$ 162 milhões. Agora, a Caixa Econômica Federal será comunicada para que possa realizar a confirmação da identidade do premiado. 

O vencedor perdeu o prêmio porque, segundo as regras do concurso, o prazo para se apresentar é de 90 dias após a realização do sorteio, o que não aconteceu. Este foi o maior valor já esquecido por um ganhador e o dinheiro deverá ser destinado ao Fundo de Financiamento do Ensino Superior, o FIES. O que se sabe é que o sortudo ou sortuda é da capital paulista.

De acordo com o Procon-SP, é dever da Caixa Econômica Federal pagar o valor ao consumidor mesmo que ele tenha perdido o prazo.  “A Caixa tem como identificar quem é o ganhador. E queremos apurar se esse consumidor que nos procurou é efetivamente quem venceu o sorteio”, afirma Fernando Capez, diretor executivo do Procon-SP. “É inconcebível que a Caixa saiba quem é o vencedor e não o comunique”, conclui o diretor em nota. 

  • Publicidade