Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Sem máscara, Bolsonaro pega criança no colo e gera aglomeração em praia

Em Praia Grande, presidente criticou o fechamento do comércio no estado

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 30 dez 2020, 12h50 - Publicado em 30 dez 2020, 12h39

O presidente Jair Messias Bolsonaro (sem partido) fez uma transmissão ao vivo em seu Facebook, na manhã desta quarta-feira (30). Ele aparecia sem máscara em Praia Grande, no litoral sul paulista. Posou para as câmeras de apoiadores, pegou crianças no colo e gerou uma aglomeração de banhistas na areia.

Em vídeo, o presidente, que veste uma camisa 10 do time do Santos, afirma que o fechamento do comércio imposto pelo governo paulista nos últimos dias 25, 26 e 27 não teve êxito. “Querem que a gente renove [o auxílio emergencial], mas a nossa capacidade de endividamento chegou ao limite, espero a Deus que tudo volte à normalidade, fazer um apelo a alguns governadores que tentam fechar tudo, que não deu certo, seis meses e no final não deu certo”, disse Bolsonaro.

Cidades do litoral paulista não aderiram à Fase Vermelha do Plano SP, aquela com medidas mais restritivas para o comércio. Um decreto do governador João Dória (PSDB) determina que apenas o comércio dito essencial deveria funcionar no estado todo nos dias 25, 26 e 27 de dezembro e 1º, 2 e 3 de janeiro. Os municípios que não seguiram as normas foram notificados.

Presidente pega criança no colo e posa para fotos sem máscara, na Praia Grande
Presidente pega criança no colo e posa para fotos sem máscara, na Praia Grande Reprodução / Facebook Jair Messias Bolsonaro/Veja SP

Na terça (29), o Brasil registrou 1.075 mil novas mortes pelo novo coronavírus, maior número desde setembro. O país chegou a 192.716 óbitos e a 7.564.117 de pessoas infectadas pelo vírus.

 

Assine a Vejinha a partir de 6,90 mensais

  •  

    Continua após a publicidade
    Publicidade