Com rosto ensanguentado, mulher acusa ex-marido de agressão em rede social

“Durante 11 anos eu apanhei”, diz relato publicado nesta segunda-feira (9) no Facebook

Uma mulher de Araçariguama (cidade a 56 quilômetros da capital) chamada Jackeline Mota usou as redes sociais nesta segunda-feira (9) para denunciar agressões que teria sofrido de seu ex-marido. Em uma das publicações, ela aparece com o rosto ensanguentado e diz que o seu nariz foi quebrado pelo agressor.

“Meu ex-marido acaba de quebrar meu nariz porque eu arrumei um namorado. Detalhe: fez isso na frente dos filhos”, escreveu. Em outra publicação, disse que durante onze anos apanhou, foi humilhada e traída. “Apanhei quieta por medo durante anos, mas agora, se quiser me matar, que mate, pois cansei, simplesmente cansei”, disse.

Ela também conta que, após onze anos de relacionamento. se separou no ano passado. “Eu comecei a namorar recentemente e hoje, a hora que eu fui buscar meu filho que estava com ele, na casa dele, ele saiu na rua, abriu a porta do meu carro e me agrediu”, conta.

“Mulheres, não se calem, não tenham medo, se o medo for da morte, entendam que vocês que vivem uma situação destas dentro de casa estão com a alma morta em um corpo que apenas existe, não vive”.

Confira o relato abaixo: 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s