Continua após publicidade

Rodrigo Garcia (PSDB) é o primeiro candidato a governador a votar

Terceiro colocado nas pesquisas de intenção de voto, ele diz acreditar no voto dos indecisos para ir ao segundo turno

Por Clayton Freitas
Atualizado em 2 out 2022, 14h25 - Publicado em 2 out 2022, 10h09

O atual governador e candidato à reeleição, Rodrigo Garcia (PSDB), foi o primeiro dos três melhores colocados nas pesquisas de intenção de voto a votar neste domingo (2).

Ele chegou acompanhado de sua mulher, Luciana, e sua filha, Isabela. O prefeito Ricardo Nunes (MDB), o candidato a senado Edson Aparecido (MDB) também o acompanharam.

Rodrigo chegou na escola estadual Professor Ceciliano José Ennes, no Itaim Bibi, logo cedo, às 8h40. Ele confundiu o local de votação. Segundo justificou, ele sempre vota nessa escola na seção 237. Porém, ela foi transferida para a 231. A mudança de endereço de votação afeta mais de 85 mil paulistanos.

Ele disse esperar que as eleições ocorram de forma tranquila, e aposta nos indecisos para tentar chegar ao segundo turno. “Espero que as eleições ocorram de maneira tranquila, como nós sempre tivemos nos últimos anos. E vamos aguardar o resultado soberano da democracia e das urnas. Tenho muita confiança que os indecisos hoje vão fazer a sua escolha e poder nos colocar no segundo turno”, afirmou.

Continua após a publicidade

Rodrigo afirmou que irá aguardar o resultado das urnas no Palácio dos Bandeirantes, ao lado da família.

Pesquisas de intenção de votos divulgadas no sábado indicam que ele está em terceiro lugar nas pequisas de intenção de voto, atrás de Fernando Haddad (PT) e Tarcísio de Freitas (Republicanos).

Se as pesquisas de opinião de voto divulgadas até agora se confirmarem, é bem provável que os paulistas deverão voltar às urnas no dia 30 de outubro, quando acontece o segundo turno. Só neste sábado foram divulgadas duas sondagens, do Datafolha e do Ipec. Ambas indicam Fernando Haddad (PT) na ponta, seguido de Tarcísio de Freitas (Republicanos) e de Rodrigo Garcia (PSDB). Elas diferem pouco, porém, ambas indicam uma oscilação numérica para baixo do petista, e um avanço de Tarcísio, porém, dentro da margem de erro. Confira

Datafolha (*)

Continua após a publicidade
  • Haddad: 39%
  • Tarcísio: 31%
  • Rodrigo: 23%

Ipec (**)

  • Haddad: 41%
  • Tarcísio: 31%
  • Rodrigo: 22%

Se esses números se confirmarem, essa será a primeira vez que um candidato tucano não irá para o segundo turno em cerca de 30 anos. Conforme a reportagem de capa da Vejinha desta semana, seja lá quem for o escolhido, ele enfrentará uma série de grandes desafios, entre eles alguns que demandam soluções urgentes. A lista inclui desde o fantasma do desabastecimento (os mananciais receberam pouca chuva nos últimos meses), passando por medidas para reduzir os crimes patrimoniais, até como atender a enorme fila de procedimentos de saúde não realizados na pandemia.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.