Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Rodrigo Garcia confirma pré-candidatura ao governo de São Paulo

Vice de João Doria também defendeu que, caso outro político do PSDB queira disputar o cargo, haja prévias dentro do partido

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 2 jun 2021, 13h19 - Publicado em 2 jun 2021, 11h11

Rodrigo Garcia, vice-governador de São Paulo, anunciou na terça-feira (1º) que é pré-candidato ao Palácio dos Bandeirantes na corrida eleitoral de 2022. Ele também defendeu a realização de prévias no PSDB, ao qual se filiou recentemente, caso outro tucano queira disputar o cargo.

“Eu vou disputar a sucessão estadual e defendo a realização de prévias se tiver mais de um candidato em São Paulo”, disse Garcia ao jornal o Estado de S. Paulo. Geraldo Alckmin, ex-governador, pressiona o partido para que haja prévias ao mesmo tempo em que conversa com outras siglas

“Pela história que ele construiu, a expectativa é que o doutor Geraldo permaneça no PSDB. Ele será sempre uma voz muito ouvida no partido. Se quiser ser o candidato, terá a oportunidade de participar das prévias. Tenho muito respeito por ele, mas o espírito é de renovação no PSDB”, disse Garcia. O vice-governador é apoiado por João Doria, que deve deixar o cargo de governador para disputar a presidência da República.

  • Publicidade