Clique e assine por apenas 6,90/mês

Cinegrafista da Globo fica ferido após ser agredido por homem em MG

Profissional de afiliada da emissora gravava reportagem quando foi alvo da agressão nesta quarta-feira (20)

Por Redação VEJA São Paulo - 20 May 2020, 18h04

Um repórter cinematográfico da TV Integração, afiliada da Globo em Minas Gerais, foi agredido enquanto trabalhava na manhã desta quarta-feira (20). O caso ocorreu na cidade de Barbacena e um vídeo mostra o momento quando um homem se aproxima do câmera, toma o tripé e usa o equipamento para agredir o jornalista.

De acordo com informações do G1, o homem foi identificado como Leonardo Rivelli, empresário e dono de uma fábrica de alimentos no município mineiro. As imagens da agressão foram feitas pela repórter que acompanhava Robson Panzera, nome do cinegrafista.

+ Assine a Vejinha a partir de 6,90

A equipe fazia uma reportagem na Escola Preparatória de Cadetes do Ar quando sofreu o ataque. As imagens mostram o empresário tomando o equipamento de Panzera e em seguido o agredindo com socos. A polícia foi chamada e prendeu o homem e o jornalista foi encaminhado para o Hospital Regional de Barbacena, onde foi constada uma fratura em um dos dedos da mão após a agressão.

Continua após a publicidade

A Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão soltou uma nota sobre o episódio. “A ABERT repudia com veemência as agressões sofridas pelo cinegrafista Robson Panzera, da TV Integração, afiliada da TV Globo em Barbacena (MG), na Região da Zona da Mata mineira. Nada justifica tamanha violência contra um cidadão, em especial, quando se trata de um profissional da imprensa, em pleno exercício da atividade jornalística”, diz o texto.

Continua após a publicidade

 

Publicidade