Clique e assine por apenas 6,90/mês

Rapaz é suspeito de esquartejar a tia e guardar partes do corpo na geladeira

Guilherme Lozano Oliveira, de 22 anos, foi preso na noite dessa quarta (5), na Zona Norte, após ser denunciado pelo pai

Por Veja São Paulo - Atualizado em 5 Dec 2016, 12h12 - Publicado em 6 Aug 2015, 17h42

Após ser denunciado pelo pai, um jovem de 22 anos foi preso na Vila Medeiros, na Zona Norte, na noite dessa quarta (5). Guilherme Lozano Oliveira é suspeito de matar a tia, Kely Cristina de Oliveira, de 44 anos, em junho. Após enforcar a professora, ele disse para o delegado que esquartejou o corpo e colocou os pedaços em sacos plásticos. Algumas partes o rapaz enterrou em um terreno em Itapevi. O restante, escondeu dentro da geladeira do apartamento onde morava com a vítima.

+ Dupla é presa na Fernão Dias com explosivos e metralhadoras

Desconfiado do desaparecimento da irmã, Marco Antonio Oliveira foi até o apartamento onde ela morava com Guilherme, na Rua Acapuzinho, na Vila Medeiros. Depois de discutir com o filho, o aposentado parou uma viatura da Polícia Militar que fazia patrulhamento pela região e informou sobre sua suspeita, apontando para o filho.

De acordo com a polícia, Guilherme entrou rapidamente no seu veículo, um Ford Escort, e tentou fugir. Entretanto, perdeu o controle da direção e bateu em um poste na esquina da Avenida Júlio Buono com a Rua Major Dantas Cortez.

+ Hospital São Luiz é condenado por abuso sexual

Após receber atendimento médico no Hospital São Luiz Gonzaga, ele foi preso e encaminhado para o 73º Distrito Policial. Para o delegado, Guilherme negou o crime. Entretanto, ao encontrar novamente com o pai, ele confessou o caso. Para o delegado, o rapaz disse que enforcou a tia após uma discussão. 

+ Confira as principais notícias da cidade

O caso foi registrado no 73º DP, mas será investigado pela equipe do 39º DP. Peritos realizarão exames nas partes do corpo para identificar a causa da morte.

Publicidade