Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Queda de ultraleve causa morte de empresário em Novo Horizonte (SP)

Acidente foi i no início da noite deste sábado (10), próximo à pista de pouso do aeroclube da cidade

Por Estadão Conteúdo 11 dez 2016, 18h05

Uma aeronave do tipo ultraleve caiu, no início da noite deste sábado (10), próximo da pista de pouso do aeroclube de Novo Horizonte, no interior de São Paulo. O dono do equipamento, Natanael de Freitas, 49, que era o piloto e único ocupante da aeronave, sofreu múltiplas fraturas. Ele foi socorrido e levado em estado grave para a Santa Casa da cidade, mas não resistiu e morreu.

De acordo com a Polícia Civil, funcionários do aeroclube informaram que ‘Tekinho’, como o empresário era conhecido, havia feito uma manutenção com troca de peças no ultraleve e decidiu decolar para testá-lo. Logo após a decolagem, o aparelho perdeu altura e caiu num gramado, ainda na área do aeroclube, no bairro Taquaral, a 7 quilômetros da zona urbana. O caseiro do local chamou o Corpo de Bombeiros.

Uma equipe da Polícia Científica esteve no local e fez os levantamentos para a perícia. A Polícia Civil abriu inquérito para apurar o acidente. Conforme as testemunhas, o empresário comprou o ultraleve há seis meses e já havia feito outros voos com ele. Ele tinha experiência nesse tipo de aeronave e voava havia quase trinta anos. ‘Tekinho’ também chegou a dar aulas de pilotagem.

+ Acompanhe as últimas notícias

O empresário era casado e deixou um filho de 27 anos, que também é piloto. Nas redes sociais, pilotos e amigos lamentaram a morte do empresário. O corpo de Freitas seria sepultado na tarde deste domingo, em Novo Horizonte.

Continua após a publicidade
Publicidade