Clique e assine por apenas 5,90/mês

Programa municipal oferece dança e convívio social a idosos

Conheça a história de Denise, uma das participantes dos bailes do projeto Vem Dançar

Por Abril Branded Content - Atualizado em 8 mar 2019, 14h48 - Publicado em 8 mar 2019, 09h50

Denise Pereira de Oliveira Garcia nunca perdeu um único baile do programa Vem Dançar. O projeto da Prefeitura de São Paulo nasceu em 2007 e, desde então, a aposentada de 63 anos reencontra as amigas a cada vez que a festa acontece. Trata-se de uma série de bailes temáticos realizados nos clubes da capital que proporcionam atividade física e convívio social aos idosos por meio da dança de salão. “Faz tão bem para a gente! Nós passamos semanas esperando o dia do baile, escolhendo a roupa e tal. É uma festa muito grande”, diz.

O Vem Dançar costuma reunir mais de 1 500 pessoas, a maioria mulheres. “Homens são poucos e, geralmente, vão com a esposa”, conta Denise. Os bailes são realizados durante a tarde e, para acompanhar as participantes, a prefeitura coloca dançarinos à disposição. “Os personal dancers quase não dão conta de tanta mulher que vai!”, ela brinca.

Nascida na capital paulista, Denise era funcionária da Secretaria de Saúde da prefeitura, até que se aposentou, 13 anos atrás. Hoje, divide a casa com um filho e um irmão. Ela vive há 52 anos na mesma residência, na Vila Dom Pedro II, zona norte. E o Vem Dançar não é sua única atividade física: desde os 48 anos, ela faz condicionamento físico e musculação gratuitamente em equipamentos da prefeitura na região em que mora. Quando a mãe faleceu, em abril do ano passado, acrescentou ainda uma nova atividade para ajudar a superar a perda: a corrida. De lá para cá, já perdeu 10 quilos.

O programa trouxe mais qualidade de vida, saúde e diversão – além de novas amigas – ao dia a dia de Denise Lana Pinho/Abril Branded Content

Mas o resultado do programa ultrapassou os benefícios da dança para o corpo e a mente: foi também uma oportunidade de conhecer novas pessoas. Durante os bailes, Denise fez várias amigas, com quem convive fora do salão. Bastante ativa, ela e as colegas de dança se encontram em diferentes feiras e eventos que costumam frequentar na cidade. “Até na praia já encontrei mulheres que conheci dentro do Vem Dançar”, comenta. “É importante, porque nos divertimos, cuidamos da saúde e, ao mesmo tempo, construímos novas amizades.”

O programa

O Vem Dançar valoriza a promoção da saúde resgatando a autoestima e o convívio social dos idosos. Organizados pela Secretaria Municipal de Esportes e Lazer, os bailes temáticos contam com banda e personal dancers. Nos quase 12 anos do projeto, o Vem Dançar já realizou mais de 100 festas e reuniu cerca de 170 000 pessoas. Em todos os eventos, que sempre acontecem nos salões sociais dos clubes do município, são distribuídos preservativos com informações sobre a importância de proteção contra as infecções sexualmente transmissíveis.

Os bailes são um sucesso e reúnem, em média, 1 500 pessoas por evento Leon Rodrigues/Secom/Divulgação

Conheça mais histórias inspiradoras em mulheres.prefeitura.sp.gov.br.

Continua após a publicidade
Publicidade