Preso segundo suspeito de envolvimento na morte de Moacir Bianchi

Rafael Martins da Silva, de 29 anos, é apontado como motorista do carro usado na emboscada que matou um dos fundados da Mancha Verde

A Polícia Civil prendeu nesta terça (29) um dos suspeitos do assassinato de Moacir Bianchi, líder e um dos fundadores da torcida Mancha Verde. Rafael Martins da Silva, de 29 anos, é apontado como motorista do carro usado na emboscada.

Conhecido como Zequinha, ele foi preso em Itanhaém, no litoral, após denúncias de que ele estava se escondendo em uma casa na região e encaminhado para o DHPP, na região central de São Paulo. Ele negou participação no crime em entrevista ao G1.

Bianchi foi morto em março deste ano na Avenida Presidente Wilson no Ipiranga, na Zona Sul. O corpo foi encontrado dentro de um carro parado com 22 marcas de tiros, segundo registro do boletim de ocorrência. A principal linha de investigação aponta que o crime foi cometido por disputas internas pelo comando da torcida. 

Em julho, os policiais prenderam Marcelo Ventola, mais conhecido como Marcelinho. Segundo as investigações, foi ele o autor dos disparos contra o dirigente na ocasião. A identidade do condutor do táxi que bloqueou a passagem do veículo da vítima segue desconhecida. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s