Clique e assine por apenas 6,90/mês

Presidente do Bragantino leva tiro na Avenida Sumaré, em Perdizes

Marco Chedid foi vítima de uma tentativa de assalto em um dos semáforos da avenida

Por Redação VEJA São Paulo - Atualizado em 16 Jun 2017, 14h11 - Publicado em 16 Jun 2017, 10h53

O presidente do Clube Athlético Bragantino, Marco Chedid, foi baleado durante uma tentativa de assalto no fim da tarde desta quinta-feira (15) na Avenida Sumaré, em Perdizes, Zona Oeste. A informação foi confirmada pelo clube.

Chedid levou o tiro, no lado esquerdo do pescoço, após ser abordado pelos criminosos em um dos faróis da via. Não se sabe se ele teria reagido ao assalto – ele estava sozinho no carro. Nenhum objeto foi levado.

O dirigente foi encaminhado ao Hospital Samaritano, em Higienópolis.

O caso foi registrado no 91º DP, delegacia da região da Ceagesp.

Publicidade