Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Prefeitura inicia vacinação contra febre amarela na Zona Sul

A meta é vacinar 500 000 pessoas em 38 postos; para os moradores de áreas rurais de Parelheiros e Marsilac, haverá vacinação casa a casa

Por Estadão Conteúdo 21 dez 2017, 08h40

A Prefeitura de São Paulo iniciará nesta quinta-feira (21) a vacinação contra a febre amarela em bairros do extremo da Zona Sul da cidade. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a decisão de expandir a imunização para os distritos de Jardim Ângela, Parelheiros, Marsilac e parte do Capão Redondo se deve à proximidade com o município de Itapecerica da Serra, onde dez macacos foram diagnosticados com a doença a cerca de 4,5 quilômetros da divisa entre a capital e a cidade da região metropolitana.

A SMS informou que a meta da pasta é vacinar 500 000 pessoas em 38 postos. Para os moradores de áreas rurais de Parelheiros e Marsilac, haverá vacinação casa a casa.

  • “É importante esclarecer que não há nenhuma epizootia confirmada nestes bairros; por isso, diferentemente da realizada na Zona Norte da capital, a ação é preventiva, levando-se em consideração os corredores verdes na divisa com Itapecerica”, afirmou a Secretaria Municipal de Saúde, em nota.

    A pasta declarou que não houve nenhum caso registrado em humanos de febre amarela silvestre ou urbana na capital paulista.

    UBS Nova América – Rua Eduardo Collier Filho, 14

    UBS Marsilac – Estrada Engenheiro Marsilac, 14487

    UBS Jardim Silveira – Rua Bonifacio Asioli, 162

    UBS Santa Fé – Rua Conde de Lancastre, 214

    UBS Colônia – Rua Nossa Senhora Aparecida, 342

    UBS São Norberto – Av Domenico Lanzetti, s/n

    UBS Barragem – Rua Dois, 3

    UBS Vila Roschel – Rua Alice Bastide, 290

    UBS Jardim das Fontes – Rua Mabel Normando, 122

    UBS Jardim Embura – Estrada Benedito Schunck, 08

    UBS Jardim Guarujá – Rua João de Almada, 25

    UBS Parque do Lago – Estrada da Baronesa, 1000

    UBS Horizonte Azul – Rua Albergati Capacelli, 2200

    UBS Jardim Caiçara – Rua Serafim Álvares, 46

    UBS Alto da Rivieira – Avenida Prof. Mário Mazagão, 194

    UBS Chácara Santa Maria – Rua Ciclades, 250

    UBS Jardim Nakamura – Rua Manuel Vitor de Jesus, 811

    UBS Jardim Aracati – Rua Francisco Homem Del Rei, 87

    UBS Jardim Coimbra – Estrada M´Boi Mirim, 3301

    UBS Vila Calu – Estrada M´Boi Mirim, 10.416

    UBS Santa Lúcia – Rua Carmelo Cali, 26

    Continua após a publicidade

    UBS Cidade Ipava – Avenida Taquandava, 31

    UBS Jardim Paranapanema – Rua Pietro da Milano, 100

    UBS Jardim Santa Margarida – Rua Capão Redondo, 175

    Locais de vacinação de segunda a sexta-feira das 7 horas às 18 horas

    Jardim Ângela – UBS Jardim Herculano – Rua Inácio Limas, 11

    Locais de vacinação de segunda a sexta-feira das 7 horas às 19 horas

    UBS Jardim Iporã – Forte de Vila Bela, 29

    UBS Parelheiros – Rua Juvenal Luz, s/nº

    UBS Recanto Campo Belo – Alameda Sabiá, 4

    UBS Vargem Grande – Rua das Araras, 49

    UBS Luar do Sertão – Rua Luar do Sertão, 980

    UBS Vera Cruz – Avenida dos Funcionários Públicos, 379

    Locais de vacinação de segunda a sexta-feira das 8 horas às 15 horas

    UBS Dom Luciano Bergamin – Estrada da Ligação, 1

    Locais de vacinação de segunda a sexta-feira das 8 horas às 16 horas

    UBS Vera Poty – Estrada João Lang, 251

    Locais de vacinação de segunda a sexta-feira das 8 horas às 17 horas

    UBS Vila Marcelo – Rua Amado Benedito Vilas Boas, 616

    Locais de vacinação de segunda a sábado das 7 horas às 19 horas

    AMA Parelheiros – Rua Mario Trappe, 100

    AMA/UBS Integrada Jardim Campinas – Rua das Pleiades, S/N

    AMA/UBS Integrada Jardim Capela – Rua Barão de Paiva Manso, 200

    Zona Norte

    Até esta quarta-feira (19), 1.102.106 doses de vacina contra a febre amarela foram aplicadas na Zona Norte. A SMS afirmou que, apesar da intensa procura pela imunização nas primeiras semanas de campanha, que começou em 21 de outubro, a cobertura ainda está em torno de 50%. A meta da Prefeitura é imunizar toda a população da região.

    A secretaria reforçou que os moradores da região que não tomaram a vacina devem procurar uma das noventa Unidades Básicas de Saúde (UBS) que disponibilizam a dose.

    Continua após a publicidade
    Publicidade