Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Prefeita eleita de Bauru sofre ataques racistas nas redes sociais

"Não merecia ter essa prefeita de cor com cara de favelada comandando a nossa cidade", disse um perfil; Suéllen Rosim registrou boletim de ocorrência

Por Agência Brasil 30 nov 2020, 17h40

Suéllen Rosim (Patriota), prefeita eleita de Bauru, no interior de São Paulo, recebeu ataques racistas às vésperas da votação do segundo turno, realizada ontem (29). As ofensas foram postadas no Facebook e distribuídas em grupos do Whatsapp.

“Bauru não merecia ter essa prefeita de cor com cara de favelada comandando a nossa cidade. A senzala estará no poder nos próximos quatro anos”, diz uma das mensagens que foi “printada” por usuários do Facebook e encaminhada à prefeita eleita.

Rosim informou que fez boletim de ocorrência e irá processar os autores. “Recebi mensagens de cunho racista que foram publicadas em um grupo de Whatsapp e nas redes sociais. Jamais me silenciarei diante de algo tão sério. É inadmissível! Tomei as medidas judiciais necessárias”, disse a prefeita eleita em postagem no Twitter.

Suéllen Rosim foi eleita ontem, em segundo turno, com 55,98% dos votos válidos, ou 89.725 votos. Em segundo lugar ficou Dr. Raul (DEM), com 44,02% dos votos válidos, ou 70.558 votos.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade