Continua após publicidade

Policiais são acusados de receber R$ 170 mil para soltar empresário preso

Esquema de corrupção ocorreu em janeiro e envolveu relógios de luxo; advogados também estão envolvidos, segundo Promotoria

Por Redação VEJA São Paulo Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
3 jun 2022, 11h57

Uma investigação conjunta de vários órgãos estaduais constatou que policiais civis e advogados estão envolvidos em um esquema de corrupção que resultou no pagamento de R$ 170 mil para que um empresário do ramo de relógios de luxo não fosse preso.

+Cantora de 27 anos morre ao ser atingida por carro desgovernado

O caso aconteceu no dia 21 de janeiro dentro do 6º DP (Delegacia de Polícia) de Osasco, na região metropolitana.  Segundo o Ministério Público Estadual, na data, empresários do ramo de relógios de luxo foram levados para o distrito e detidos, após os policiais encontrarem um relógio de luxo roubado dentro de uma loja de um deles, no shopping Cidade Jardim, Zona Sul da Capital.

Segundo a denúncia, o valor de R$ 170 mil seria para livrar um dos empresários da prisão e ainda não apreender os outros relógios de origem ilícita. O acordo entre os policiais e o empresário foi intermediado por dois advogados, segundo a Promotoria.

Continua após a publicidade

+Mulher dá à luz dentro da estação Tiradentes do metrô

A operação desta sexta-feira é para cumprir oito mandados de busca e apreensão emitidos pela 4ª Vara Criminal de Osasco contra os policiais civis e os advogados em endereços de São Paulo, Osasco e Barueri. Como  os mandados são contra  agentes públicos e advogados, os promotores do do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) cumprem os mandados acompanhados de integrantes da Corregedoria da Polícia Civil do Estado de São Paulo e do setor de prerrogativas das OAB (Ordem dos Advogados do Brasil).

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.