Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Polêmica da melancia: após suspensão de colégio, estudante pede desculpas

O caso viralizou nas redes sociais; escola diz que o aluno fez 'algazarra' com o alimento e por isso foi punido

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 20 mar 2022, 15h40 - Publicado em 20 mar 2022, 15h39

Um aluno de 17 anos do Colégio Fereguetti, na Zona Leste da capital, tomou uma suspensão após levar uma melancia inteira à instituição e compartilhá-la com os colegas. O ato, que terminou em confusão e sujeira, resultou na punição do jovem.

O caso acabou viralizando nas redes sociais. A chef Bela Gil compartilhou o comunicado em seu Instagram que dizia: “O aluno acima foi suspenso por 1 (um) dia por trazer uma melancia inteira e compartilhar com muitos alunos no intervalo e sala de aula, gerando tumulto e desordem. Essas atitudes são incompatíveis com o ambiente escolar, transgredindo o regimento escolar”.

+ Com obras paradas, trecho norte do Rodoanel vira parque para moradores de SP

Na legenda, Bela Gil se mostrou incomodada. “Olha aí a melancia sempre causando”, disse ela. Liguei para a escola onde o suposto fato ocorreu e a instituição preferiu não se manifestar para confirmar ou desmentir a história”.

Pouco tempo depois, acrescentou um comentário à publicação: “A escola acabou de se manifestar na mídia e relatar o acontecido. De qqr (sic) maneira a redação da carta continua, para mim, bem absurda”.

Continua após a publicidade

A escola alegou que o estudante fez ‘algazarra’ com o alimento e por isso tomou a suspensão.

+ Karina Bacchi diz que festas na Globo eram regadas a drogas e orgias

Neste sábado (19), ele foi às redes sociais ao lado da mãe e se desculpou. “Foi uma brincadeira de muito mau gosto. Não queria prejudicar ninguém. A gente só queria fazer uma brincadeira comendo uma melancia e eu queria dividir, mas com isso… tomou a suspensão”, diz o aluno.

“Desculpa a todos que causaram [sic] problema”, afirma. Ele também diz que “teve gente que colocou a melancia na cabeça, fez de basquete, jogaram na pia, danificaram o banheiro, com ralo” e que isso “causou prejuízo também para a escola”.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da VejaSP, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da VejaSP, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Edições da VejaSP liberadas no App Veja de maneira imediata

a partir de R$ 12,90/mês