Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Homem morto em briga de torcidas na Zona Leste é identificado pela polícia

José Sinval Batista de Carvalho passava pela Praça Padre Aleixo Monteiro Mafra quando foi atingido no peito por uma bala perdida

Por Veja São Paulo Atualizado em 26 Maio 2017, 14h33 - Publicado em 7 abr 2016, 20h44

Foi descoberta a identidade do que foi baleado durante um confronto entre torcidas organizadas no último domingo (3) em São Miguel Paulista, Zona Leste da Capital. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, José Sinval Batista de Carvalho tinha 53 anos e nasceu na cidade de Parapiranga, interior da Bahia.

+ Fique por dentro das últimas notícias da cidade

A briga aconteceu por volta das 10h da manhã, quando um grupo de 50 torcedores do Corinthians e do Palmeiras se cruzou em frente à estação São Miguel Paulista da CPTM, na Praça Padre Aleixo Monteiro Mafra. Durante a confusão, Carvalho foi atingido por um tiro no coração e morreu no local. De acordo com a PM, ele estava de passagem pela região e não fazia parte de nenhuma das organizações.

O cadáver havia sido identificado Polícia Técnico-Científica pela impressões digitais. Após a comparação, o irmão da vítima reconheceu o corpo no IML Leste

O caso

Continua após a publicidade

Uma briga entre as torcidas organizadas Mancha Verde, do Palmeiras, e Gaviões da Fiel, do Corinthians, na estação de trem de São Miguel Paulista, na Zona Leste de São Paulo, terminou com um homem baleado e três pessoas detidas. Na estação Brás do metrô (Linha 3 – Vermelha), o encontro das torcidas terminou em confusão por volta das 12h15 (assista vídeo acima).

A circulação de trens entre as estações Brás e Pedro II chegou a ser interrompida e os demais trens circulavam com velocidade reduzida e maior tempo de parada nas outras estações da Linha 3 – Vermelha. Os torcedores depredaram o interior dos trens e quebraram vidros e portas. Lojas e outras dependências da estação Brás também foram danificadas.

 

Continua após a publicidade
Publicidade