Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Quadrilha, em busca de coleção de armas, mata dono de parque aquático

Mário Cavalcanti Gouveia Junior, proprietário do complexo Águas Finas, em Pernambuco, reagiu ao assalto e acabou assassinado

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 23 abr 2019, 17h07 - Publicado em 23 abr 2019, 17h04

Na madrugada desta terça (23), uma quadrilha de quinze homens matou o empresário Mário Cavalcanti Gouveia Junior, de 78 anos, dono do Parque Aquático de Águas Finas, em Pernambuco.

Os bandidos invadiram a residência da família, ao lado do complexo de entretenimento, em Paudalho, em busca de dinheiro e uma coleção de armas. Gouveia Junior reagiu e acabou assassinado. O empreendedor estava com dois funcionários e a esposa no momento do crime.

Por meio de seu helicóptero particular, Gouveia Junior foi transferido ao Hospital Português, em Recife, mas não resistiu aos ferimentos. O corpo foi levado para o Cemitério Morada da Paz, na região metropolitana.

Os criminosos fugiram levando uma coleção de nove armas diversas e um baú. Em nota, a assessoria de imprensa da Polícia Civil de Pernambuco afirma que está investigando o caso.

Reprodução YouTube/Veja SP
Continua após a publicidade
Publicidade