Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Morre aos 64 anos Ângelo Leuzzi, empresário da noite paulistana

Leuzzi foi fundador de discotecas como Columbia, Lov.e e Rose Bom Bom; empresário foi vítima de um infarto fulminante

Por Humberto Abdo Atualizado em 24 abr 2020, 11h45 - Publicado em 23 abr 2020, 10h39

Morreu na noite de quarta-feira (22) após um infarto fulminante o empresário e DJ Ângelo Leuzzi, conhecido na história da vida noturna paulistana por fundar a discoteca Rose Bom Bom na década de 1990. No local passaram bandas como Titãs, Plebe Rude, Engenheiros do Hawaii e Ultraje a Rigor. Mais tarde, Leuzzi também fundou as casas noturnas Columbia, Lov.e e a BASE.

Fã de motos, tatuagens e carros antigos, ele foi casado com a ex-modelo, atriz e pintora Claudia Liz, com quem teve o filho Lucca Salvatore. Com a estilista e empresária Flavia Ceccato, com quem também foi casado, fundou a Lov.e.

Assine a Vejinha a partir de 6,90.

Seu último empreendimento foi aberto em 2019, no Jardim Paulista, com a casa Amore Bar e Discoteca, um retorno nostálgico ao passado com a proposta dos clubes de dança paulistanos das décadas de 1980 e 1990.

No Facebook, Flavia postou o recado: “Agradeço por cada ensinamento, por ter sido tão responsável pela mulher que me tornei. Eu sinto muito, muito, muito. Vai em paz Ângelo Leuzzi.”

“O Ângelo foi muito importante na noite paulistana”, destaca Claudia em entrevista por telefone à Veja São Paulo. “Como não podem fazer autópsia por causa da Covid, disseram que é mal subito, mas ele era cardíaco.”

“A minha maior dor é a dor do meu filho, que está sofrendo muito porque queria estar com ele e se despedir dele”, lamenta Claudia. “Mas uma hora antes de ser cremado, dez pessoas da família poderão estar presentes.”

Continua após a publicidade

Lucca Salvatore também publicou um depoimento em seu perfil: “Não foi Covid-19. Ele para muitos foi uma pessoa muito importante, assim como foi e sempre será para mim. Estou bem dentro do possível. Assim que passar um pouco do choque eu retomo conversas. Quero que vocês lembrem bem dele, e tudo que ele deixou para nós nesse mundo”, desabafa. “Ele será cremado amanhã para eu poder guardar as cinzas, como um funeral não é possível.”

Ângelo Leuzzi deixa dois filhos, Lucca e Kali.

View this post on Instagram

Queridos amigos é com imensa tristeza que comunico o falecimento de Angelo Leuzzi ,pai do meu filho , ontem dia 22 de abril , Devido ao momento nao poderemos fazer velorio , ele sera cremado hoje as 20h Quem puder fazer um oração eu e Lucca agradecemos muito 😔😔😔🙏

A post shared by Claudia Liz (@claudializoficial) on

  •  

    Continua após a publicidade
    Publicidade