Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Antônio Veronezi, fundador da Universidade de Guarulhos, morre aos 77 anos

Empresário estava internado desde novembro e faleceu por complicações da Covid-19

Por Redação VEJA São Paulo 12 jan 2021, 11h42

Antônio Veronezi morreu aos 77 anos nesta segunda-feira (11) em decorrência de complicações da Covid-19. O empresário estava internado no Hospital Sírio Libanês desde o dia 23 de novembro.

Ele foi fundador da Universidade de Guarulhos e um dos donos da Universidade Santo Amaro. Veronezi deixa a esposa e três filhos.

“É com imenso pesar que a Abrafi comunica a seus associados e amigos o falecimento, na data de ontem, do Prof. Antônio Veronezi, aos 77 anos, vítima de complicações causadas pela Covid-19. Ele estava internado desde o dia de seu aniversário, em 23 de novembro, no Hospital Sírio Libanês, na Capital Paulista”, disse a Associação Brasileira das Mantenedoras das Faculdades (Abrafi).

 O ministro da Educação, Milton Ribeiro, lamentou a morte em seu perfil nas redes sociais. “Em nome do MEC, registro meu pleito de reconhecimento ao grande Educador, Prof. Antônio Veronezi. Rogo a Deus o conforto, especialmente sobre a família e também sobre seus colaboradores”, diz a publicação.

Também na segunda-feira (11), o general da reserva Carlos Roberto Pinto de Souza, de 59 anos, morreu por causa da Covid-19. Ele era responsável pela divisão de Avaliação da Educação Básica do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais) e comandava a diretoria responsável pela elaboração do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

No sábado (9), o fundador da Anhembi Morumbi, Gabriel Mário Rodrigues, morreu aos 88 anos após lutar contra um câncer nas vias biliares.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade