Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Moradores de favela têm alimentos para no máximo uma semana, diz pesquisa

Levantamento mostra que 8 em cada 10 moradores de favelas no país precisam buscar comida e itens de higiene pessoal fora das regiões onde moram

Por Redação VEJA São Paulo 8 abr 2020, 10h18

Uma pesquisa feita pelo Data Favela e pelo Instituto Locomotiva mostra que quase 56% dos moradores de favelas no país não possuem recursos para se alimentar por mais de uma semana sem precisar de ajuda ou voltar ao trabalho durante a pandemia. O estudo aponta também que quase todos os moradores não têm alimentos suficientes para um mês. As informações são do site G1.

A pesquisa foi feita virtualmente e entrevistou 1 808 pessoas em 269 favelas entre os dias 4 e 5 de abril.

Assine a Vejinha por 14,90 mensais.

Os resultados indicam que 8 em cada 10 moradores de favelas precisam buscar comida e produtos de higiene pessoal fora das regiões onde moram. O retrato revela que a falta de abastecimento nessas comunidades acaba expondo as pessoas ao não isolamento social, contrário do que é defendido pela Organização Mundial da Saúde e pelo Ministério da Saúde para combater a disseminação do novo coronavírus.

A pesquisa mostra, ainda, que 47% dos lares nas favelas não têm água; 15% das famílias não têm acesso a sabonete; 65% estão preocupados com o desemprego; 90% estão muito preocupados com a saúde dos idosos da família; e 82% dos pais têm medo de transmitir coronavírus aos filhos.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade